OPINIÃO

Dia dos que fazem do Brasil sua sala de aula

A pedagogia, que é a ciência da educação, tem como objeto de estudo os métodos e processos de ensino e aprendizagem e atua nas diversas áreas da sociedade. É ela que enquanto ato de amor, como lindamente define Paulo Freire, permite ao povo ampliar seus horizontes e saciar sua fome por saberes.

Foi a paixão pelo ato de semear a esperança nas pessoas e a convicção de que a educação é um instrumento para a transformação do mundo que me levaram a escolher estudar essa ciência. Ouso fazer uma singela homenagem aos meus futuros colegas de profissão com esse artigo.

Hoje é o dia dos inquietos por justiça, dos inimigos da desigualdade, dos obstáculos do Gabinete do Ódio, dos antagonistas da desesperança. Nesse 20 de Maio celebramos o Dia Nacional do Pedagogo, em meio a uma enorme disputa entre ciência x obscurantismo que só reforça a importância daqueles e daquelas que, junto aos educandos, são as lanternas que iluminam os caminhos do povo brasileiro rumo ao tão sonhado progresso.

Ser patriota é, essencialmente, buscar a construção de um Brasil em que todos e todas possam tecê-lo, afinal que lugar seria mais belo do que a junção de todos os nossos sonhos e que pátria seria maior do que a unidade de todas as nossas esperanças? Mas para construir tal feito se necessita de um árduo trabalho: a democratização do conhecimento e o entendimento de que a escola e a universidade são importantes canhões na batalha contra a exclusão social.

Vivemos num país em que se avança um projeto de destruição dos direitos sociais, trabalhistas e humanos. Por isso, a cada dia aguça-se o papel da docência para além do limite dos quatro muros da escola ou da universidade, temos o dever de fazer do Brasil a nossa sala de aula e cada pedaço de chão um território livre da ignorância, livre da disseminação de fake news, livre da anticiência, livre da alienação, livre da ausência de perspectiva. Garantir as condições para a prática docente é, mais do que nunca, impulsionar o avanço democrático e civilizacional da nossa nação.

Viva os pedagogos e pedagogas, que fazem das escolas e universidades o laboratórios que transformam ciência em consciência.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *