TRABALHO

Diretoria do Sinsenat acusa oposição de “sumir” com documentos às vésperas das eleições da entidade

As eleições para a nova diretoria do Sinsenat, que acontecem entre 1º e 3 de setembro, está esquentando nos bastidores. Nesta terça-feira (6), a atual diretoria acusou um membro da comissão eleitoral indicado pela oposição – que não teve o nome revelado – a se apropriar indevidamente da documentação do registro da chapa, impedindo o trabalho de conferência da regularidade dos documentos.

A análise é prevista no estatuto e necessária para o registro das chapas que concorrem às eleições da entidade. A ocorrência foi registada na 1ª Delegacia de Polícia, no bairro de Cidade Alta.

“Medidas judiciais e de segurança à realização do pleito estão sendo devidamente tomadas”, diz o comunicado divulgado pelo Sinsent.

A entidade classificou o ocorrido como “tentativa de golpe”.

– Mesmo advertido pelo secretário da Comissão Eleitoral de que não poderia se apropriar da documentação, o integrante da comissão, ligado ao grupo de oposição “É Tempo”, foi embora com os documentos. Momentos antes da ocorrência, em uma tentativa de intimidação, o grupo de oposição chegou à sede da entidade em comboio, armados e utilizando viatura oficial da Prefeitura do Natal”, denunciou a entidade.

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *