TRANSPARÊNCIA

Dívidas da editora Abril podem levar jornalistas a pagar indenizações pela empresa

Como a editora Abril está em recuperação judicial, todas as dívidas contraídas pela empresa antes de o pedido ser autorizado pela Justiça ficam congeladas. Isso inclui as derrotas judiciais que envolvam pagamento de indenização. Esse quadro pode levar jornalistas a arcar pessoalmente com as indenizações e multas a que a empresa é condenada a pagar.

Matéria publicada no site Consultor Jurídico explica que em muitos casos, quando alguém se sente ofendido ou incomodado com uma reportagem, ajuíza a ação contra a publicação e a editora e contra o jornalista que assina o texto. No caso da Abril, como as dívidas estão congeladas, pode ser que a conta sobre para os repórteres que tenham assinado sua produção.

Um caso já envolve o jornalista e ex-funcionário da revista Placar André Rizek, atualmente apresentador do canal SporTV. Ele foi condenado, junto com a Abril, por uma reportagem publicada em 2001 na revista Placar. Hoje, a dívida está em R$ 700 mil e Rizek já foi intimado como executado no processo.

Veja matéria completa aqui

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *