CULTURA

Duas Estúdio promove círculo de conversas online sobre a mulher artista

O Duas Estúdio realiza entre os dias 18 e 28 de janeiro o “Círculo de Conversas: Nos deixem falar!”. Serão oito encontros virtuais, recebendo convidadas que vão ajudar a discutir questões das pesquisas artísticas das fotógrafas Elisa Elsie e Mariana do Vale.

Com sede no bairro Ponta Negra, além de estúdio, o Duas funciona também como escola de fotografia, galeria e espaço para eventos e completa neste ano completa 10 anos.

As lives serão realizadas sempre de segunda a quinta, das 17h às 18h, com exceção do dia 25 (segunda-feira), que será das 18h às 19h. Para se inscrever, basta enviar um e-mail com nome e dias que tem interesse em participar espacoduas@gmail.com. A participação é gratuita.

Os projetos foram aprovados no Edital Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância da Fundação José Augusto com recursos da Lei Aldir Blanc para o Estado do Rio Grande do Norte.

As conversas tratarão de temas relacionados às pesquisas de doutorado de Mariana do Vale (Arte Contemporânea da Universidade de Coimbra); e de mestrado de Elisa Elsie (Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia – PPgEM – UFRN). Haverá dois eixos temáticos: Corte íntimo: corpo, feminismo e prática artística (com Mariana do Vale) e Corpo/Mãe na fotografia contemporânea (com Elisa Elsie).

“Nossos temas surgiram a partir das nossas vivências. As pesquisas são em Artes e em Comunicação, mas em algum momento se cruzam por ambas trabalharem o corpo feminino. Eu investigo como a maternidade pode influenciar e atravessar as mulheres artistas que são mães e como essa maternidade pode reverberar nos projetos artísticos das mulheres”, explica Elisa Elsie.

Para discutir questões ligadas às pesquisas foram convidadas as artistas visuais Luana Aguiar (RJ), Regina José Galindo (Guatemala), Ana Álvarez Errecalde (Barcelona) e Roberta Barros (RJ), além a professora de Comunicação da UFRN Josimey Costa (RN).

“A parte mais legal desse projeto é poder falar das nossas pesquisas acadêmicas no meio da arte e principalmente contando com a contribuição de artistas que são muito importantes pra nossa pesquisa, como Regina José Galindo, que é uma performer importantíssima no cenário mundial, com um trabalho extremamente contundente e trabalha com o feminismo, com o corpo”, conta Mariana do Vale, que tem pesquisa teórico-prática sobre intimidade atrelada a violência, maternidade, corpo e reprodução assistida.

Programação

Corte íntimo: corpo, feminismo e prática artística (com Mariana do Vale)
18.01 – Mariana do Vale (RN)
20.01 – Luana Aguiar (RJ)
25.01 – Regina José Galindo (Guatemala)
27.01 – Roberta Barros (RJ)

Corpo/Mãe na fotografia contemporânea (com Elisa Elsie)
19.01 – Elisa Elsie (RN)
21.01 – Josimey Costa (RN)
26.01 – Ana Álvarez-Errecalde (Barcelona)
28.01 – Elisa Elsie (RN)

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *