CULTURA

Edital da UEE para projetos culturais de grupos estudantis está com inscrições abertas

As inscrições do edital “O movimento é de casa”, oferecido pela União Estadual dos Estudantes (UEE/RN), estão abertas até 18 de agosto. O processo será realizado por e-mail. O programa visa incentivar a criação e a pesquisa de iniciativas acadêmicas e/ou de cunho social, artístico e cultural através de auxílio financeiro entre R$ 100 a R$ 150 por projeto.

Ao todo, o edital vai distribuir R$ 11.250 para 75 iniciativas. Os recursos são oriundos dos repasses das carteiras de estudante a que a UEE tem direito. A ideia é que auxílio pago para cada projeto seja utilizado na aquisição de equipamentos como fones, microfones, webcam, entre outros.

Os interessados podem acessar a ficha de inscrição do edital O movimento é de casa.

O público-alvo do edital são Centros Acadêmicos, Diretórios Acadêmicos, coletivos ou grupos artísticos-culturais. Será permitido a inscrição de 1 projeto por solicitante.

Serão selecionadas 75 iniciativas acadêmicas. Os projetos devem ser, obrigatoriamente, direcionados para redes sociais ou plataformas digitais com acesso gratuito e podem contemplar diversas linguagens culturais, como shows, espetáculos, recitais, seminários, oficinas, bate-papos, videoaulas, conto de histórias, leituras dramáticas, intervenções em janelas, desde que transmitidas ou gravadas. O tempo de duração das iniciativas artísticas, culturais e científicas contempladas deverá variar entre 5 a 60 minutos.

A presidenta da UEE Yara Costa explica que a entidade fica com R$ 2,40 de cada carteira estudantil confeccionada e é essa verba que está sendo usada no edital. Segundo ela, o projeto tem por intuito de incentivar a produção cultural dentro dos centros e diretórios acadêmicos.

“Muitas vezes os grupos estudantis se movimentam sem apoio e tiram do seu próprio bolso para fazer com que as atividades aconteçam. Mesmo em período de pandemia, essas atividades não pararam. Portanto, O Movimento É de Casa incentiva a manutenção dessas atividades e possibilita recurso para que os grupos contemplados possam investir em algum equipamento como fone, web cam, microfone ou até mesmo patrocínio das ações realizadas nas redes sociais”, afirmou a presidente.

O valor do recurso será definido pelo tempo do projeto. Caso o projeto tenha a duração de 1 dia, será contemplado com o valor de R$ 100. Aos selecionados que têm duração superior a 1 dia, o recurso será de R$ 150.

Os projetos inscritos passarão por uma comissão avaliadora composta pelas diretorias de comunicação, cultural e relações institucionais da entidade. Nesse processo, haverá a avaliação para aptidão a ser beneficiado pelo edital.

“Uma comissão composta pelas diretorias de comunicação, cultural e relações institucionais irá avaliar os projetos que precisam ser submetidos por centros ou diretórios acadêmicos com gestões ativas comprovadas através de ata de posse, já nos casos de grupos independentes a comprovação da existência se dá através de fotos de atividades ou ações já realizadas”, afirmou Yara.

A ordem de classificação será por ordem de inscrição dos projetos que atenderem os critérios.

 

Edital contemplará projetos culturais de grupos estudantis
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.