CULTURA

Edital do Patrimônio Vivo é suspenso pela Fundação José Augusto

A Fundação José Augusto suspendeu as inscrições para o 3º Concurso Público do Registro do Patrimônio Vivo do Rio Grande do Norte, destinado a mestres e mestras da cultura tradicional e popular no Rio Grande do Norte.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a medida segue as orientações das autoridades sanitárias do Brasil, além do fato do público alvo do edital ser formado por idosos que, na maioria dos casos, não dispõe de meios eletrônicos para atendimento virtual.

O atendimento presencial também está suspenso.

O Registro do Patrimônio Vivo tem por finalidade o apoio financeiro à preservação dos processos de criação, técnicas, modos de fazer e saberes da Cultura Tradicional e Popular do RN, mediante o desenvolvimento de ações, atividades e/ou projetos realizados por pessoas naturais ou jurídicas residentes ou domiciliadas no Rio Grande do Norte, com atuação comprovada no Estado há mais de 20 anos.

A FJA informa ainda que avaliará as melhores condições para abrir as inscrições do edital do RPV tão logo as condições sanitárias do Brasil e do RN estejam normalizadas.

O Registro do Patrimônio Vivo do Rio Grande do Norte virou lei a partir de um projeto elaborado pelo mandato do ex-deputado estadual Fernando Mineiro (PT).

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *