CULTURA

Família de Cascudo não se pronuncia sobre ataque à obra do historiador; editora propõe enviar versão atualizada

A decisão da Fundação Palmares em se desfazer do clássico “Dicionário do Folclore Brasileiro”, de Luís da Câmara Cascudo, ainda não foi digerido. A Global Editora, atual responsável pela obra, enviou uma carta para a Fundação Palmares propondo a reposição com versão atualizada do livro que a instituição vai se desfazer. Por telefone, a editora informou à Saiba Mais que ainda não recebeu resposta da Fundação e não há informações sobre o que será feito da obra a ser removida do acervo.

Já familiares do historiador potiguar disseram estar se inteirando melhor do assunto, junto com a Global Editora, para adotar uma “conduta conjunta”.

Na última sexta-feira, 11, a Fundação Palmares divulgou um relatório no site institucional dando razões para se desfazer de pelo menos 5.300 livros do acervo.

De acordo com a comissão analisadora, as obras têm caráter alheio ao escopo do órgão, apresentarem ideologia marxista ou estão velhas e desatualizadas com o acordo ortográfico de 2009.

Relatório da Fundação Palmares indica a retirada de mais de 5 mil exemplares do acervo por teor “marxista” das obras ou fuga a temática negra. Imagem: Divulgação.

O livro do famoso pesquisador potiguar, é citado num trecho que indica a remoção do exemplar por estar com português defasado e apresentar “cheiro de mofo”.

“Quem consultar o clássico ‘Dicionário do Folclore Brasileiro’ terá em mãos um livro não só gramatical e ortograficamente desatualizado, mas com páginas soltas e exibindo um forte cheiro de mofo”, resume o relatório.

“O Dicionário do Folclore Brasileiro” foi publicada originalmente em 1954 e é a obra mais conhecida de Câmara Cascudo, já tendo sido reeditada 12 vezes. Apesar do título, o livro não se encaixa no formato de um dicionário informal e aborda o folclore como um tema em constante movimento e que deve ser investigado por especialistas.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *