Sem categoria

Educação perdeu R$ 8 bilhões em três anos após teto dos gastos

Os efeitos do congelamento dos gastos por 20 anos pelo governo Temer, após aprovação da emenda 95, já teve reflexos na Educação.

As despesas discricionárias que envolvem custeio e investimento do Ministério da Educação caíram de R$ 30 bilhões em 2015 para R$ 22 bilhões empenhados em 2018.

A redução de R$ 8 bilhões na Educação no empenho desses recursos foi questionada pela senadora Fátima Bezerra (PT) durante audiência pública quarta-feira (16) no Senado Federal.

As críticas da parlamentar petista foram direcionadas ao novo ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, que substitui Mendonça Filho.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *