TRANSPARÊNCIA

Em duas semanas, RN mais que dobra número de mortes e casos confirmados de Covid-19

O alerta das autoridades de saúde pública no Rio Grande do Norte para o aumento do número de casos de contaminação e mortes por Covid-19 está justificado nos números. Em apenas duas semanas, o Estado potiguar saiu de 87 para 184 óbitos confirmados, um aumento de 110% em apenas 15 dias.

No mesmo período, os pacientes contaminados pelo novo Coronavírus cresceram 130%, passando de 1.919, em 9 de maio, para 4.599 confirmados ontem (23), de acordo com o boletim epidemiológico mais atualizado pela secretaria de Estado de Saúde Pública.

A pressão vem sendo sentida no quadro de internações. Em 9 de maio haviam 285 pacientes internados nas redes pública e privada do Estado. Em duas semanas, o quadro piorou. Neste sábado (23), a Sesap registrou 391 pessoas nos hospitais, sendo 143 em Unidades de Terapia Intensiva, cuja taxa de ocupação no Estado está em torno de 70% tanto na rede pública como particular.

Uma das causas para a disparada dos números é justificada pelo baixo índice de isolamento social no RN. De acordo com o último levantamento divulgado pela empresa Inloco e que vem auxiliando autoridades sanitárias do país, apenas 43,9% da população potiguar respeitou as medidas de distanciamento social no sábado (23). Na região Nordeste, apenas a Bahia (43,2%) e Sergipe (40,6%)

Esse foi o maior percentual no Estado desde o dia 17 de maio, quando 49,8% dos cidadãos permaneceram em casa.

A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou no início da noite ontem (23) a abertura de mais 34 novos leitos no hospital da Liga, sendo 16 de UTI e outros 20 de leitos clínicos. Ao longo da semana estão previstos mais seis leitos de UTI, completando 40 ao todo, na unidade. O Estado também vai emprestar seis respiradores e monitores para que a prefeitura de Natal possa abrir leitos clínicos avançados no hospital de Campanha, que ainda não abriu as UTIs por falta de respiradores.

Natal

A Sesap tem afirmado que não há município no Rio Grande do Norte onde o vírus não esteja circulando em razão da chamada transmissibilidade comunitária. Das 167 cidades do Estado, há casos confirmados de pacientes diagnosticados com a Covid-19 em 129. Já os óbitos foram registrados em 57 municípios.

Das 184 mortes já confirmadas, 50 ocorreram em Natal, cidade que também concentra a maioria dos pacientes infectados pelo novo Coronavírus, 1.865 no total. A partir da plataforma de monitoramento criada pelo Laboratório de Inovação Tecnológica da UFRN é possível ver o cenário por bairro. Dos cinco bairros mais atingidos pela Covid-19 na capital, quatro – Potengi (11,63%), Nossa Senhora da Apresentação (8,25%), Pajuçara (6,33%) e Lagoa Azul (4,57%) – estão localizados na Zona Norte de Natal, região mais populosa da capital.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *