DEMOCRACIA

Em tréplica, Moro diz que diz nunca utilizou permanência de Valeixo como “moeda de troca”

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro respondeu ao ataque do presidente Jair Bolsonaro que, ao responder as acusações feitas pelo ex-aliado na manhã desta sexta-feira (24), afirmou que Moro aceitaria a demissão do diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo desde que acontecesse em novembro e após ser indicado para o Supremo Tribunal Federal:

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *