TRANSPARÊNCIA

Empresários vão aguardar nova decisão sobre a tarifa de ônibus

Anúncios

Os empresários de transporte urbano de Natal decidiram aguardar a nova decisão sobre a tarifa de ônibus que deverá ser anunciada nesta terça-feira (3) pelo prefeito Álvaro Dias (MDB).

O reajuste de quase 9% que havia sido autorizado pelo chefe do Executivo na sexta-feira (28) foi suspenso no mesmo dia após mobilização dos estudantes.

Em nota, os proprietários das empresas de ônibus reconhecem que os usuários não podem pagar sozinhos o ISS na alíquota máxima e 18% de ICMS sobre o combustível. E afirmam que vão aguardar as medidas de compensação a serem divulgadas pela prefeitura de Natal sobre a nova tarifa:

A seguir a nota na íntegra:

A direção do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal – Seturn vai aguardar as medidas de compensação que a prefeitura municipal de Natal já anunciou que irá adotar na próxima terça-feira (3).

O Seturn sempre defendeu publicamente que o passegeiro do ônibus não tem capacidade econômica (contributiva) para pagar o imposto ISS na alíquota máxima e 18% de ICMS sobre o combustível.

Isso, enquanto a classe média, que anda de UBER não paga ISS (por opção municipal) e quem viaja de avião não paga ICMS do querosene (por decisão do Governo do RN).

Debater a composição da tarifa do ônibus há muito quem vem sendo a tônica das proposições da direção do Seturn. Exemplo disto foi o estudo técnico recentemente elaborado por especialista da UFRN e protocolado na Secretaria de Mobilidade Urbana.

Chega em boa hora a decisão do prefeito de Natal, Álvaro Dias, em assumir o protagonismo do tema que não vem, há anos, sendo tratado com a atenção requerida pela direção do Seturn.

Pressão

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *