DEMOCRACIA

Escalado por Bolsonaro para coordenar ações do governo anti-enchentes na Bahia e Minas, Rogério Marinho tira férias

Escalado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PL) para coordenar as ações do governo federal contra os efeitos das enchentes na Bahia e em Minas Gerais, o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho tirou férias.

O benefício foi divulgado na edição de terça-feira do Diário Oficial da União e começa a valer a partir de hoje (5). Marinho ficará ausente até 3 de fevereiro.

De acordo com o site Metrópole, auxiliares de Rogério Marinho garantiram que “as férias não prejudicarão as ações do ministério para lidar com as consequências das chuvas”. Isso porque o adjunto da pasta seguirá trabalhando e toda a estrutura da Secretaria Nacional da Defesa Civil, vinculada ao ministério, continuará mobilizada.

Na ausência de Bolsonaro, Rogério Marinho visitou algumas cidades inundadas pelas chuvas na Bahia e em Minas.

Rogério Marinho é pré-candidato ao Senado Federal pelo Rio Grande do Norte e vive uma guerra nos bastidores contra o ministro das Comunicações Fábio Faria (PSD), que pleiteia o mesmo cargo. Ambos, no entanto, desejam o posto de “candidato de Bolsonaro”. A atual gestão do presidente da República é rejeitada por 66% da população potiguar, de acordo com a pesquisa mais recente divulgada pelo instituto Sensatus/Band Natal.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"