CULTURA

Escritor de Moçambique lança livro sobre dança ancestral no Bardallos

O performer moçambicano Tsumbe Maria Mussundza lança neste sábado (17), a partir das 19h, no Bardallos Comida e Arte, o livro “Gule Wankulu”. A obra é uma ode à mãe Maliya, anciã em Moçambique que, aos olhos do autor, possui duas mãos: a da vida e a da morte, em uma relação de ancestralidades e memórias com a dança Gule Wankulu.

O Gule Wamkulu é uma dança ritual ancestral, praticado pelos Chewa no Malawi, na Zâmbia e em Moçambique. No livro, Tsumbe atualiza questões que habitam seu corpo em um cruzamento entre as experiências de sua vida e as urgências do contexto sócio-afetivo-político, e o faz trazendo não somente informações, concepções e conceituações pertinentes mas, principalmente, inserindo o leitor em uma experiência “real” de imersão de um pensamento, com raciocínio e redação que o colocam em uma vivência descolonial no tratamento do tema na dança.

Durante o lançamento, a compositora, educadora e pesquisadora em danças negras Marília Negra-Flor se apresenta com um musical autoral baseado num repertório repleto de ritmos populares afro-brasileiros, como ijexá, maracatu do baque virado, coco de zambê, dentre outros, tendo como grande influência a cultura afro-religiosa. A outra apresentação musical fica por conta de Felipe Nunes, músico, compositor, poeta e historiador com “África Brasil”, onde percorre o universo afro da música brasileira, trazendo canções de compositores como Baden Powell, Mateus Aleluia, João Bosco, Caetano, dentre outros, além de suas canções autorais ambientadas no universo afro-brasileiro. A entrada colaborativa custa apenas 10 reais.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *