OPINIÃO

estamos

Eveline Sin escreve às quartas-feiras na agência Saiba Mais

estar mulher é indomável. além de qualquer corpo, cor, cabelos, padrão. uma mulher se ergue por dentro. ser mulher é na alma. é lá que somos reais. onde ardem nossas verdades. uma revira outra volta de sentimentos. os postos e os intocáveis. árvores antigas. rios desmedidos. deserto congelado. mar de água quente cobrindo florestas de pássaros. uma mulher é bicho. todos os bichos. é poeira. é bicho e poeira. muita. que faz arder os olhos. e cega. pra ver uma mulher não precisa de janelas. que ceguem. uma mulher ser ver por baixo da pele. entre veias. pelas tripas. de dentro pra fora. viva.

 

soluço de bicho

escaldado

varrendo noites

nada permanece

imóvel

no silêncio da lua

infinita

revela contornos

pupila do sonho

tudo é fração

e delírio

na boca da pele

lá a canção mais livre

faz o amor dormir

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
Eveline Sin é artista, poeta e grafiteira. Escreve às quartas-feiras.