+ Notícias

Ex-marqueteiro de Lula e Dilma, João Santana vai comandar campanha presidencial de Ciro Gomes em 2022

O candidato a presidência da República Ciro Gomes (PDT) já tem marqueteiro oficial para a campanha de 2022. O nome escolhido é o do publicitário baiano João Santana, ex-marqueteiro dos ex-presidentes Lula (2006) e Dilma (2010 e 2014).

Além da dupla petista, Santana assinou também as campanhas vitoriosas de Hugo Chavez (Venezuela), Maurício Funes (El Salvador), Danilo Medina (Republica Dominicana) e José Eduardo Santos (Angola).

Foi o próprio Ciro Gomes, pelo twitter, quem anunciou a contratação de Santana pelo PDT:

Após as denúncias na esteira da operação Lava-jato de que recebera os pagamentos pelas campanhas presidenciais petistas via caixa 2, o que configura crime eleitoral no Brasil, Santana tinha sumido da mídia. O baiano reapareceu em outubro de 2020, numa entrevista ao vivo concedida ao programa Roda Viva, da TV Cultura.

Na ocasião, o publicitário sugeriu que se o ex-presidente Lula pudesse se candidatar e aceitasse a cargo de vice numa dobradinha presidencial com Ciro Gomes, a chapa seria imbatível. Embora já estivesse livre da prisão quando Santana deu a entrevista, o petista ainda estava impedido de concorrer às eleições em razão da condenação do no processo do triplex do Guarujá, anulado pelo STF:

– Se as esquerdas se unirem em torno de Ciro Gomes, Ciro Gomes pode ser um candidato extremamente viável. Lula, hoje, é um personagem único, enorme na história política e eleitoral brasileira. É sempre um bom candidato. Mas Lula é quase um candidato que não pode nem perder nem ganhar a eleição. Ele não pode perder porque senão afunda mais ele e o PT; e não pode ganhar porque estressaria ainda mais o ambiente político. Lula seria o melhor perfil de vice-presidente. Essa chapa (Ciro presidente e Lula vice) seria imbatível. É imitar a solução eleitoral que a Cristina fez na Argentina”, disse.

O “namoro” entre Ciro e João Santana vinha desde o final de 2020 e amadureceu de lá para cá. O ex-governador do Ceará passou em abril por uma primeira bateria de media training e tanto o discurso como as redes sociais do PDTista já estão diferentes na forma e na linguagem.

No dia 5 de abril, durante um debate online, Gomes sugeriu que Lula se espalhasse no exemplo de Cristina Kirchner e abrisse mão da candidatura presidencial em torno de um nome mais de centro, como ocorreu com o professor e advogado Alberto Fernandez, eleito presidente da Argentina em outubro de 2019 tendo Cristina como vice.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *