Sem categoria

Facebook tira do ar página ligada ao MBL que divulgou fake News sobre Marielle Franco

Marielle Franco é vítima de campanha de difamação

A página Ceticismo político, ligada ao grupo de extrema direita Movimento Brasil Livre (MBL), foi retirada do ar pelo Facebook. A página era administrada por Carlos Augusto de Moraes Afonso, que usava dois perfis falsos (Luciano Ayan e Luciano Henrique Ayan) para divulgar informações distorcidas. A notícia foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo.

Afonso é sócio de Pedro D’Eyrot, um dos fundadores do MBL. O Ceticismo Político foi uma das páginas que apoiou e compartilhou as postagens da desembargadora Marília Castro Neves, que relacionou a vereadora Marielle Franco ao tráfico de drogas. O texto, a partir da página, teve mais de 360 mil compartilhamentos.

A atuação da página Cetismo Político na campanha de difamação contra Marielle Franco foi descoberta após um estudo do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e divulgada pelo jornal O Globo na sexta-feira (23).

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo