DEMOCRACIA

Fátima comemora redução na média de óbitos, mas não confirma 3ª fase da retomada da economia

O Governo do Estado informou nesta terça-feira (21) que o Rio Grande do Norte manteve pela segunda semana consecutiva o 2º lugar entre os estados com maior média diária de redução de mortes por Covid-19 no país. Apesar da flexibilização do decreto e das aglomerações registradas, o poder Executivo reafirma que o dado positivo está relacionado às ações realizadas por meio do Pacto pela vida.

Apesar da queda na média de óbitos, a governadora Fátima Bezerra não confirmou a autorização para o reinício da fase 3 da retomada da economia que prevê a abertura de lojas de brinquedos; lojas de artigos esportivos; lojas de artigos de caça, pesca e camping; e serviços de alimentação. Nesta terça-feira (21) foram autorizados a abrir shopping centers sem ar-condicionado e centros comerciais.

“Com relação a fração 2, ela deve continuar por ser uma pequena fase. Diferentemente de daqui a 8 dias, que será uma nova fase e precisa ser avaliada”, afirmou na entrevista coletiva desta terça-feira (21).

O Rio Grande do Norte registra, até o momento,  1.621 óbitos confirmados. Desses, nove foram registrados nas últimas 24 horas. Além disso, estão em investigação mais de 200 mortes. Ao todo, 44.267 pacientes já foram infectados pelo novo Coronavírus e 56.143 ainda estão sob suspeita. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde Pública (SESAP) e podem ser consultados no site saude.rn.gov.br.

A governadora Fátima Bezerra comemorou a queda geral nos dados epidemiológicos. Para ela, os dados positivo de redução são fruto das ações desenvolvidas em parceria do Governo do Estado junto aos municípios por meio do programa Pacto pela Vida.

No entanto, devido as cenas de aglomerações em praias de Natal, Cotovelo e Tibau, repercutidas no último final de semana, a chefe do executivo esclareceu que caso haja permanência dessas atitudes, haverá retrocessos.

“Olhando esse quadro de melhoria, é segunda semana em que o Rio Grande do Norte aparece como o segundo estado que mais reduziu o número de caso de óbitos. Isso tudo é um trabalho incansável que temos feito com disponibilização de leitos críticos e clínicos, combinado com medidas assertivas que o Governo tomou desde o início no que diz respeito ao isolamento e distanciamento social. Quanto as cenas de aglomeração que vimos nesse final de semana nas praias, não podem de maneira alguma continuar. Isso é neutralizar todo o trabalho que a gente vem tendo até o presente momento”, afirmou a governadora.

Prefeitos municipais confirmam presença na reunião do governo

Fátima Bezerra aproveitou o momento para chamar atenção das prefeituras municipais, em especial a Prefeitura de Natal,, que não aderiu ao programa pacto pela vida, assumindo a responsabilidade de fiscalização na cidade.

A governadora ressaltou que os 22 chefes executivos de municípios litorâneos confirmaram a presença na reunião agendada nesta terça às 16h. O objetivo é definir uma estratégia única para atuação, bem como solicitar a adesão ao programa do pacto pela vida.

“Nós não vamos aceitar cenas de aglomeração somente em ponta negra não, mas em toda a faixa litorânea. Esperamos que todos integrem o Pacto pela Vida. Estamos colocando todas as forças de segurança, mais de 1.500 policias à disposição, além de Corpo Bombeiro para somar aso agentes locais. Assim, possamos fazer valer o cumprimento do decreto vigente garantindo a saúde da população e o ambiente seguro para retomar as atividades econômicas. E garantir o que a sociedade exige e que o Governo não abre de maneira nenhuma, o respeito ao próximo, o dever de zelar e cuidar”, declarou.

Rio Grande do Norte chegou a duas semanas de declínio em óbitos (foto: Elisa Elsie)

Pacto Pela Vida

O pacto é um programa de combate à covid-19, do Governo do Estado em parceria com as prefeituras dos municípios. As ações desenvolvidas são de abertura de leitos, reforço na segurança, além de definir em conjunto as tomadas de decisões para retomada gradual das atividades comerciais no estado.

Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *