DEMOCRACIA

Fiasco do megaleilão do pré-sal deve render metade do previsto para o RN

Anúncios

O megaleilão do pré-sal frustrou as expectativas do Governo do Rio Grande do Norte para ampliar as receitas extras no final do ano. Com os lances dominados pela Petrobras, a disputa rendeu R$ 70 bilhões, o equivalente a 2/3 do esperado pela União. Assim, os Estados e municípios só receberão metade da estimativa inicial que seria rateado. No caso do Rio Grande do Norte, aproximadamente R$ 160 milhões deverão chegar aos cofres estaduais. A soma não cobre nem metade de uma folha integral do funcionalismo, orçada em R$ 480 milhões.

O secretario de Estado do Planejamento e das Finanças Aldemir Freire não quis confirmar o número. Segundo ele, o Governo está fazendo o cálculo e ainda vai tirar dúvidas com a União:

– Ainda estamos calculando. Temos uma dúvida e precisamos de esclarecimentos da União”, afirmou.

O megaleilão de quatro áreas de petróleo da Bacia de Santos não teve concorrência privada e foi dominado pela Petrobras. Embora a estimativa fosse arrecadar R$ 106,5 bilhões, a União só arrecadou R$ 70 bilhões. Das 14 empresas habilitadas, só sete compareceram.

Anúncios

Em um consórcio com duas chinesas, a estatal brasileira foi a única a fazer oferta pela área de Búzios, a mais cobiçada do leilão. A segunda área de maior interesse, a de Itaipu, também ficou com a Petrobras, que foi a única interessada. As outras duas áreas não tiveram ofertas.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *