TRANSPARÊNCIA

Filho de ex-governador do RN, latifundiário vai comandar o Incra

Anúncios

Um economista latifundiário e ligado ao agronegócio será o novo presidente do Instituto Nacional de Colonização e reforma Agrária (Incra). Geraldo Melo Filho foi anunciado oficialmente nesta quita-feira (17) no Diário Oficial da União, mas seu nome já estava confirmado desde ontem (16) por seu pai, o ex-senador e ex-governador do Rio Grande do Norte, Geraldo Melo.

De acordo com o currículo, Melo Filho tem ligação de muito tempo com a agropecuária e é sócio de uma empresa proprietária de fazendas em Minas Gerais e na Bahia. A empresa Seleção Guzerá Agropecuária Ltda, da qual é sócio, atua no ramo de criação de bovinos e, de acordo com seleção divulgada por uma revista do ramo, foi uma das 12 empresas que mais venderam na indústria da pecuária.

O Incra é o órgão responsável por realizar a reforma agrária no país, além de apoio aos assentamentos.

Geraldo Melo Filho, que anteriormente ocupou a função de Secretário-Adjunto do Gabinete Civil da Presidência da República, foi diretor técnico da Associação de Criadores de Guzerá, uma raça de gado bovino, e superintendente da Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), entidade defensora do agronegócio no país. É economista formado pela Universidade de Brasília e responsável na presidência do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), no Paraná.

Anúncios

O novo presidente do Incra tem como exemplo o pai, Geraldo Melo, principal figura política do PSDB do Rio Grande do Norte. O ex-senador e ex-governador do Estado era dono da usina de açúcar conhecida como São Francisco, em Ceará-Mirim. Durante décadas, a Usina foi a segunda maior produtora de açúcar e álcool potiguar até sofrer intervenção judicial. Geraldo também deteve a concessão de uma emissora de rádio e TV, ligada à rede Bandeirantes

Geraldo Melo pai tentou concorrer ao senado pelo Rio Grande do Norte nas últimas eleições, mas saiu derrotado, ficando em terceiro lugar na disputa pelas duas vagas do Estado.

Geraldo Melo Filho vai substituir no Incra o general João Carlos Jesus Corrêa, demitido por pressão do secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia. Após incômodo com a resistência de Corrêa à mudanças nos processos de regularização fundiária, Garcia convenceu o presidente Jair Bolsonaro (PSL) atrocar o comando do Incra, assim como também toda a diretoria do órgão foi demitida.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Pedro Torres
Pesquisador e jornalista com foco em direitos humanos, política e tecnologia baseado em Natal/RN. CONTATO: pedrohtorres@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *