TRABALHO

Fórum de Servidores se manifesta a favor de ação judicial que pede lockdown no RN

Como justificativa, o Fórum disse ainda que o número de profissionais da saúde afastados por suspeita de contaminação é crescente, dada a exposição ao vírus. De acordo com a nota, existem 600 trabalhadores da saúde infectados pela doença e 11 óbitos confirmados.
A Procuradoria-Geral do Município de Natal (PGM) se posicionou contra a possível implementação do sistema de “lockdown” na capital potiguar. O procurador-geral do Município Fernando Benevides pediu a extinção do processo do Sindsaúde, alegando ilegitimidade do Sindicato.
O “lockdown” já foi adotado no estado do Maranhão e cidades do Pará e Ceará. Trata-se de um bloqueio total da operação quaisquer de atividades, com exceção das essenciais, como supermercados e hospitais.
Artigo anteriorPróximo artigo
Kamila Tuenia
Jornalista potiguar em formação pela UFRN, repórter e assessora de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *