DEMOCRACIA

Governo do Estado vai prorrogar suspensão das aulas presenciais na rede estadual

Anúncios

A governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra afirmou nesta quarta-feira (29) que o comitê científico já tem um entendimento de que as aulas não devem retornar, de forma presencial, a partir de 17 de agosto. O grupo que embasa as decisões do Governo emitiu um boletim no domingo recomendando que a volta às aulas seja adiado em razão da taxa de transmissibilidade do coronavírus estar acima do limite considerado seguro pelos especialistas em 111 municípios do Estado.

Dessa forma, o Governo deve publicar um novo decreto, em breve, prorrogando a suspensão.

Em coletiva de imprensa, Fátima Bezerra declarou que para a reabertura das escolas é necessária a garantia de um ambiente seguro e higienizado:

“Não estamos falando de um seguimento qualquer, são professores, aluno e familiares. É um setor que representa cerca de 30% da população do Rio Grande do Norte. Esse retorno só poderá se dar em um ambiente de muita segurança do ponto de vista sanitário”, esclareceu.

A chefe do executivo comentou, ainda, sobre a importância do cuidado na tomada das decisões. Para isso, ela reafirmou que quem definirá a data para retorno das atividades letivas será o comitê científico instaurado para o combate a Covid-19.

“A pandemia não foi vencida. São necessárias medidas de isolamento social e higiene. Nesse contexto, nós achamos que é prudente prorrogar a suspensão das aulas presenciais. A sinalização já aponta claramente que essa data do dia 17 não será mantida. Mas quem definirá o calendário será o comitê científico”, pontuou.

Governo do Estado ampliará leitos em Mossoró

O Governo do Estado anunciou ampliação dos leitos no hospital São Luiz, em Mossoró. Serão instalados 65 novos leitos, sendo 40 UTIs e 25 clínicos.

A região do Oeste é a segunda região com maior ocupação de leitos. De acordo com a Plataforma Regula RN – responsável pelo monitoramento dos leitos no Estado – a região possui 68,6% de ocupação dos leitos.

“A combinação de oferta de leitos e isolamento social foram fatores decisivos para o atual quadro de queda na pandemia no RN. A tendência de redução vem se mantendo há algumas semanas. Mas tivemos o aumento da taxa de transmissibilidade, o que motivou a suspensão da terceira fase da retomada das atividades econômicas”, afirmou.

Até 15 de agosto, o Poder Executivo Estadual instalará mais 10 UTIs no Hospital Regional de Açu, cinco UTIs no Hospital municipal de Macau e 10 leitos clínicos e cinco UTIs no Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos.

Outro ponto ressaltado pelo poder executivo é a continuidade da comunicação com os municípios litorâneos, devido as aglomerações registradas no final de semana passado em Pipa e Tibau do Sul. A governadora Fátima Bezerra anunciou um novo encontro com os chefes do Executivo municipal na tarde de quinta-feira (30). A ação faz parte do programa Pacto pela vida.

“Precisamos continuar avançando no quadro da pandemia no RN, manter ambiente seguro para darmos continuidade à retomada das atividades econômicas”, pontuou.

Governo suspende retorno das aulas em 17 de agosto

Números atualizados

O Rio Grande do Norte conta com 49.051 casos confirmados, 61.200 suspeitos e 1.735 óbitos. Desses, 6 foram registrados nas últimas 24 horas. Ainda estão em investigação 186 mortes e 77.647 casos suspeitos de infecção foram descartados. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) e pode ser consultado no site.

Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *