TRANSPARÊNCIA

Governo anuncia suspensão da 3ª fase da reabertura do comércio após recomendação do comitê científico

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte suspendeu nesta segunda-feira (27) por uma semana, a retomada da terceira fase das atividades comerciais, prevista antes para começar na quarta-feira (29). A decisão atendeu às recomendações do comitê cientifico estadual.

As aglomerações nas praias de Ponta Negra e Tibau na semana anterior e, neste final de semana, na praia de Pipa e no município de Santa Cruz, foram os motivos que levaram os cientistas à recomendação ao Estado. A terceira fase, estavam previstos a reabertura de serviços de alimentação com área acima de 300 m2, dos ramos: restaurantes; lanchonetes e food parks, bem como bares e barracas de praia.

Nesta fração é permitida a venda de bebidas alcoólicas pelos bares e restaurantes, os serviços de alimentação não poderão utilizar-se de praças de alimentação onde mesas e cadeiras sejam de uso comum a clientes de empresas diversas. Além das barracas de praia terem que obedecer o distanciamento mínimo de 2 metros entre as mesas, com o limite máximo de 4 pessoas por mesa.

Aos food parks não poderão dispor de mesas e cadeiras em espaço superior a 300 m2, como medida para facilitar a sanitização e controle de acesso pelos usuários. Esses estabelecimentos deverão indicar, obrigatoriamente, um responsável pelo local. Em caso contrário, os órgãos de fiscalização poderão determinar o esvaziamento e fechamento do espaço de forma imediata.

As informações foram divulgadas através da assessoria de comunicação e estabelecidas em portaria publicada no Diário Oficial.

O Estado apresenta números positivos nos índices da Covid-19, atualmente. No entanto, de acordo com o comitê cientifico local, 111 municípios – incluso Natal, Mossoró e Parnamirim –  apresentam a taxa de transmissibilidade maior que 1 RT.

“O Estado aprovou a recomendação do Comitê, que foi decidida por unanimidade. Com prudência e cautela, o Governo considera uma medida sensata para que não tenhamos no estado retomada no aumento de casos nas próximas semanas. Vamos adiar por uma semana a primeira fração da terceira fase do plano”, afirmou o secretário estadual de Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia.

Em coletiva, o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) e integrante do Comitê Científico do Estado Ricardo Valentim, explicou que, em reunião no último sábado, foram analisados os dados da pandemia e tomada a decisão de orientar o Governo em relação à prorrogação.

“Além das aglomerações nas praias e em bares, tivemos as filas nas agências da Caixa Econômica Federal. A repercussão destes acontecimentos se dá no período de sete a 15 dias após os fatos. A redução na taxa de isolamento social vem em queda gradual. A taxa de transmissibilidade é confortável em algumas regiões, mas há municípios nestas mesmas regiões com taxa variando acima do que podemos considerar viável para continuar com a retomada da abertura. São os casos de Mossoró e Pau dos Ferros, por exemplo. É preciso um prazo de 15 dias para consolidar dados. Então achamos importante esperar os dados da próxima semana para recomendar o Governo a continuar com a próxima fase da abertura gradual” explicou.

RN registrou redução de 33% em redução da incidência de casos e morte

O Rio Grande do Norte tem 47.285 casos confirmados, 58.226 suspeitos e 1.685 óbitos. Desses, 2 foram nas últimas 24 horas. Ao todo 190 mortes seguem sob investigação. Foram descartados 73.608 casos.

A coordenadora e articuladora das Redes de Atenção à Saúde da Sesap Samara Dantas esclareceu que os dados epidemiológicos apontam redução da incidência de casos e morte de 33%, proporcionalmente a terceira maior do país.

“Apesar do cenário que se apresenta favorável ainda há necessidade de cautela e respeito aos protocolos para manter o quadro de redução e sairmos da pandemia. O processo de retomada da economia precisa do compromisso da sociedade para continuar evoluindo”, afirmou.

Governo do RN atendeu às recomendações do comitê científico e suspende a terceira fase da retomada
Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *