Principal, TRANSPARÊNCIA

Governo Robinson já gastou R$ 46 milhões em diárias no RN

Por Isabela Santos e Rafael Duarte

Em meio à maior crise econômica da história do Rio Grande do Norte, não foi em viagens que o governo Robinson decidiu economizar. Somando os gastos de todas as secretarias e órgãos do Governo do RN com diárias, o tesouro estadual já arcou com R$ 46 milhões até 31 de agosto, o equivalente a mais de R$ 1 milhão por mês somente em pagamentos extras em decorrência de viagens para outros municípios, estados e até países. Esse valor seria suficiente para pagar quase três folhas brutas de todos os 2.145 professores e servidores da UERN ou o salário líquido de um mês dos 33.734 funcionários públicos do Estado que recebem na faixa de até R$ 2 mil.

Somente o governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, recebeu, em média, quase R$ 9 mil por mês em diárias desde que iniciou o mandato. O valor extra pago por viagens para fora de Natal (RN) corresponde a 78,55% da remuneração líquida de chefe do Executivo. É como se o governador tivesse recebido um salário e quase 80% a mais dessa mesma remuneração líquida por mês durante sua gestão.

Dados oficiais da folha de pessoal do Governo mostram que pouco mais de 106 mil servidores recebem até R$ 9 mil, montante que o governador embolsou em média, por mês, além do próprio salário.

Entre 1º de janeiro de 2015 até 1º de agosto de 2018 (antes do início da campanha eleitoral), o total recebido pelo governador em razão de viagens para outros municípios, estados e até para o exterior foi de R$ 385.827,96, o que faz dele o campeão em pagamentos extras na atual gestão.

Desse montante, 82% é originário de viagens para fora do Rio Grande do Norte. Foram 292 dias longe da governadoria, dos quais 251,5 fora do território potiguar. Contabilizando o tempo das diárias foram quase 9 meses viajando, fora do Estado.

Comitiva do Governo do Estado no Vaticano gastou mais de R$ 100 mil entre diárias e passagens aéreas

A viagem mais polêmica aconteceu em outubro de 2017 durante a cerimônia de canonização dos 30 mártires de Cunhaú e Uruaçu no Vaticano, quando uma comitiva de apenas sete pessoas do Governo gastou mais de R$ 100 mil em diárias, incluindo as passagens aéreas, para participar de uma cerimônia de pouco mais de 6 horas.

Pela viagem, Robinson Faria recebeu R$ 11.740,88 por 7,5 diárias. Nessa mesma excursão, a então primeira-dama Julianne Faria ficou três dias a mais na Europa, e recebeu R$ 17.253,60. Porém, quem mais chamou a atenção foi a cerimonialista Zuleide Gonçalves Vieira, que recebeu R$ 15.363,23 por 13 diárias pagas pelo tesouro estadual e deu entrevista a uma TV local como romeira. Leia matéria completa sobre as diárias do Vaticano aqui

Os dados relacionados às viagens e os respectivos valores das diárias publicados nesta reportagem estão disponíveis para consulta pública no Portal da Transparência do próprio Governo do Estado.

Salários estão atrasados desde 2016

Diárias são pagas antes ou logo após o servidor voltar da viagem. Vale ressaltar que, desde 2016, o Governo não paga em dia os salários dos servidores do Estado e justifica os atrasados em razão da crise econômica e de dívidas herdadas de gestões anteriores.

Os valores das diárias de todos os servidores para cada tipo de viagem foram reajustados pelo próprio governador Robinson Faria, em decreto publicado no Diário Oficial do Estado em 2015. Para os cargos de governador e vice, o pagamento extra corresponde a 5% e 6% do subsídio recebido por eles.

Depois do governador, a gerente de Promoção Internacional da Emprotur, Nayara Cristina Santana da Silva, foi quem mais recebeu esse tipo de verba no mesmo período, somando R$ 234.605,41, para 266 deslocamentos. O ex-secretário de Turismo Ruy Gaspar aparece em seguida, com R$ 197.143,09 recebidos por 243 viagens.

Mesmo tendo deixado a Presidência da Emprotur em setembro de 2017, Ana Maria da Costa ainda é a quarta colocada no ranking das diárias, tendo viajado 250,5 vezes e recebido R$ 192.815,95. Enquanto isso, a chefe de gabinete da Setur, Ana Paula Soares Vieira, esteve em missão por 120 dias e, com isso, recebeu R$ 170.258,55.

A assessoria de imprensa da Setur informou que dos nomes citados apenas Ana Paula Soares permanece na Secretaria, mas não se posicionou sobre os gastos.

O procurador-geral do Estado Francisco Wilkie vem em seguida com 139 viagens e R$ 137.937,97 recebidos. Ele é o segundo servidor do RN a receber o maior valor em diárias para fora do Rio Grande do Norte, com R$ 127.700,94 nessa categoria.

Depois dele vêm o diretor do Instituto de Gestão das Águas do RN Josivan Cardoso Moreno (R$ 114.780,00) e o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Mairton França (R$ 88.400,00).

Servidor do Detran fez 825 viagens na atual gestão

O servidor que mais viajou durante os 43 meses de gestão foi Marconi Linhares da Silva. Ele recebeu 825,5 diárias por deslocamentos dentro do Estado. Segundo o portal da Transparência, o Governo pagou a Linhares no período R$ 74,4 mil para executar o exames práticos de direção veicular. Levando em consideração que 43 meses têm 1.339 dias, é como se o servidor tivesse recebido uma diária e meia a cada 2 dias.

A Agência Saiba Mais procurou a secretaria de Estado de Administração e Recursos Humanos para esclarecer dúvidas sobre o pagamento das diárias aos servidores, mas não obtivemos resposta.

Saúde foi a pasta que consumiu mais diárias

Entre as secretarias de Estado da Administração Direta e Indireta, a Saúde foi a pasta que consumiu mais diárias no Governo Robinson. De 1º janeiro de 2015 até 1º de agosto de 2018, o Governo pagou R$ 8,030 milhões por 33.723 diárias a servidores do órgão, soma equivalente a 17,88% de todo o montante pago em diárias pela atual gestão. A pasta será administrada pelo 5º secretário diferente nos próximos dias. Desde quarta-feira, a pasta está sem o titular, após a demissão na quarta-feira (19) do médico Pedro Cavalcanti.

A agência Saiba Mais perguntou à Secretaria, por meio da assessoria de imprensa, sobre a importância dessas viagens para o funcionamento da pasta, além de destinos e valores precisos das diárias, mas não obteve resposta.

A secretaria de Educação vem em seguida, com gastos orçados em R$ 5.307.874,17. O Detran aparece em terceiro no ranking. Em 43 meses, o órgão pagou aos servidores que viajaram pouco mais de R$ 4.953.397,50.

Confira o ranking das 10 secretarias que mais gastam com diárias no Estado

1º SESAP 
Gasto: R$ 8.030.001,74
Nº Diárias: 33.723
2º SEEC
Gasto: R$ 5.307.874,17
Nº Diárias: 20.040
3º DETRAN
Gasto: R$ 4.953.397,50
Nº Diárias: 15.985
4º SEPLAN
Gasto: R$ 4.542.513,44
Nº Diárias: 19.868
5º SEMARH
Gasto: R$ 3.987.420,50
Nº Diárias 14.554
6º ITEP
Gasto: R$ 1.812.975,00
Nº Diárias: 9.912
7º IDIARN
Gasto: R$ 1.515.549,66
Nº Diárias 10.084
8º IDEMA
Gasto: R$ 1.498.739,68
Nº Diárias: 8.236
9º GAC
Gasto: R$ 1.222.725,00
Nº Diárias: 3649
10º IGARN
Gasto: R$ 1.109.567,50
Nº Diárias: 4.004

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais