TRANSPARÊNCIA

Grupo de pesquisa da UFRN divulga dados socioeconômicos e mapas relacionados a Covid-19

Um guia para orientar ações individuais e os governos locais a enfrentar o avanço da Covid-19 e as consequências que traz para a atividade econômica. Essa é a ideia do Núcleo de Economia Aplicada e Conjuntura (NEAC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com a elaboração e divulgação de boletins de análise de dados socioeconômicos da capital potiguar e outras regiões do Estado.

Num tempo marcado por incertezas, especialmente sobre os efeitos econômicos da pandemia, alunos e professores do departamento de Economia da UFRN resolveram socializar dados que reuniram sobre renda, número de agências bancárias e número de respiradores.

“Acreditamos que reunir informações sobre a realidade em que estamos inseridos pode fornecer subsídios para a elaboração de políticas mais assertivas para minimizar esses efeitos [da crise]”, afirma Julia Araújo, professora da UFRN e pesquisadora do NEAC.

“Percebemos que as informações que reunimos poderiam ser de interesse não apenas dos nossos alunos, mas da sociedade em geral, e que elas poderiam contribuir para que ações individuais, coletivas e governamentais sejam realizadas em prol da contenção da doença no RN. Por essa razão, resolvemos tornar público nossos levantamentos”, esclarece a professora.

Até o momento, seis boletins com panoramas e mapas relacionados a Covid-19 foram divulgados e podem ser consultados neste link.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *