+ Notícias

Guaidó anuncia que conseguiu apoio militar e tenta golpe para derrubar Maduro

Anunciando ter conquistado o apoio dos militares venezuelanos, o líder da oposição na Venezuela Juan Guaidó convocou o povo às ruas de Caracas para tenta iniciar a deposição do presidente eleito Nicolás Maduro.

Pelo twitter, Guaidó comemorou “o fim da usurpação”:

“Hoje valentes soldados acudiram a nosso chamado. Povo da Venezuela, começou o fim da usurpação. Neste momento, me encontro com as principais unidades militares da nossa Força Armada, dando início à fase final da Operação Liberdade”, escreveu pelas redes socais.

As informações ainda são desencontradas na Venezuela. O ministro da Defesa Vladimir Padrino López, por exemplo, declarou que todas as unidades militares do país “reportam normalidade” em suas bases.

“São uns covardes! Nos manteremos firmes na defesa da ordem constitucional e da paz da República, assistidos, como estamos, pela lei, pela razão e pela História. Leais sempre! Traidores nunca!”, ressaltou o ministro, em postagens no Twitter que foram compartilhadas por Maduro.

Os chavistas atribuem o movimento golpista a “um pequeno grupo de militares traidores”.

Outra liderança da oposição, Leopoldo Lopez deixou a prisão domiciliar após ser liberado por soldados rebeldes.

A analista política venezuelana Argelia Ríos disse ao jornal O Globo que a situação confusa na Venezuela:

– A situação é confusa. Há um rebelião militar, mas não se sabe até onde ela vai chegar.

Com informações do jornal O Globo

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *