DEMOCRACIA

Jean-Paul Prates recebe prêmio e fica entre os melhores senadores do país

O senador da República Jean-Paul Prates (PT-RN) foi eleito um dos melhores e mais atuantes parlamentares do país. Na solenidade de entrega do prêmio Congresso em Foco, ele foi premiado na categoria especial Valorização dos Bancos Públicos e apareceu como o político da bancada do Rio Grande do Norte mais bem votado pelos jornalistas que cobrem o legislativo (5 votos) e também no júri popular, sendo o 7º senador mais votado do país, com 7.492 votos.

Prates herdou o mandato da ex-senadora e atual governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT) e está no primeiro ano de mandato.

Para o senador, os resultados da premiação são estímulos para continuar lutando em defesa da democracia e das empresas públicas, como a Petrobras, Correios e Eletrobrás. Mês passado, o governo Jair Bolsonaro anunciou uma lista de estatais brasileiras que iniciarão o processo de privatização. O pacote inclui o Correios, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a Eletrobrás, a Casa da Moeda Telebras, o Serpro e a Dataprev.

“Os resultados de hoje mostram que, nesse primeiro ano de mandato, estamos no rumo certo: na defesa da democracia, do Brasil, do Rio Grande do Norte e, claro, das nossas estatais. Vamos continuar lutando e fazendo política com dignidade e compromisso”, disse.

Jean-Paul Prates está no primeiro ano do mandato como senador da República

Dos demais senadores do Rio Grande do Norte, Styvenson Valentim (Podemos) obteve 1.364 votos dos internautas, enquanto Zenaide Maia (PTC) foi votada por 1.165 pessoas.

Apenas Jean-Paul Prates e Zenaide Maia receberam votos dos jornalistas, 5 e 4, respectivamente.

 Deputados

A bancada de deputados do Rio Grande do Norte não ficou bem posicionada na votação. No júri popular, o mais bem colocado foi o general Girão (PSL), na 47ª posição, com 1.528 votos. Na sequência aparece a deputada Natália Bonavides (PT), em 51º, com 1.397 votos. Os dois polarizaram a disputa em nível estadual bem à frente dos demais parlamentares. O 3º colocado, por exemplo, foi o deputado Rafael Motta, com 357 votos.

Apenas Fábio Faria (PSD) e Natália Bonavides (PT) receberam votos do júri composto pelos jornalistas que cobrem o Congresso.

Votação nacional

 A deputada federal Tábata Amaral (PDT) e a senadora Simone Tebet (MDB) foram eleitas pelo júri oficial do Congresso em Foco as duas parlamentares do ano em suas respectivas casas legislativas. Já o júri formado por jornalistas escolheu o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) e Paulo Paim (PT-RS). Na votação do júri popular, deu dobradinha do PSL: a deputada Carla Zambelli (PSL) e o senador major Olímpio foram os mais votados pelo público.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *