DEMOCRACIA

Jornalistas criticam MP que extingue registro profissional e convocam sociedade para derrubar medida

Anúncios

Os jornalistas do Rio Grande do Norte se reuniram na manhã desta quarta-feira (4) em audiência pública na Câmara Municipal de Natal para discutir as consequências da MP 905, que extingue a necessidade do registro para o exercício da profissão de jornalista e de outras 13 categorias.

A proposta da audiência foi do vereador Ney Lopes Jr (PSD).

Os debates refletiram as consequências nefastas da desregulamentação das diversas profissões, principalmente aquelas que compõem a comunicação social.

A audiência em Natal se somou à mobilização que está ocorrendo em diversos estados pelo Brasil encabeçadas pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e pela Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão (Fitert).

Anúncios

Diretora da Fenaj no Rio Grande do Norte, a jornalista Ana Paula Costa classificou como “inconstitucional” a MP 905 editada pelo governo Bolsonaro:

– Essa medida é ilegal, inconstitucional e imoral e juntos vamos conseguir derrubá-la. A Fenaj está mobilizando sindicatos de todo o país e fazendo contato com os parlamentares federais no intuito de barrar por completo esse retrocesso”, disse.

Na mesma linha, o presidente do Sindicato dos Jornalistas do RN Alexandre Othon convocou a categoria do Estado para barrar a Medida Provisória:

– A MP representa o que há de pior não só para as categorias envolvidas no processo de queda do registro, mas para toda a sociedade onde “profissionais” despreparados possam assumir funções importantes em empresas privadas e públicas. O SINDJORN conclama toda a categoria para, juntos, derrubamos a MP 905 em sua totalidade”, afirmou.

Ato público

A atividade realizada pela manhã terá como ponto alto uma manifestação pública marcada para 16h, no cruzamento das avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho. No calçadão do shopping Midway, os jornalistas pretendem dialogar com a sociedade e pedir o apoio da população para a luta contra a MP 905.

Também está previsto para 16 de dezembro, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, a instalação do Fórum Permanente de Luta pelo Registro Profissional. Uma comissão de jornalistas representados pela Fenaj e Sindjorn também estão se reunindo com parlamentares federais para derrubar a MP no Congresso Nacional.

Além do parlamentar, a mesa foi composta, além do vereador, pelo presidente do Sindicato dos Jornalistas, Alexandre Othon, presidente da Federação Nacional dos Radialistas, Jailson Gomes, a diretora da Federação Nacional dos Jornalistas, Ana Paula Costa, presidente da UNI-MEI Panartes, José Antônio SIlva e ainda pela jornalista Liege Barbalho que integra a comissão que vem articulando a luta contra a MP no RN

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *