DEMOCRACIA

Jornalistas independentes vão sugerir ações de comunicação para o Consórcio Nordeste

Anúncios

O Consórcio Nordeste vai receber em breve uma lista de sugestões para a área de comunicação. A iniciativa partiu do presidente do Centro de Estudos de Mídia Independente Barão de Itararé Altamiro Borges durante o seminário “Desafios da Comunicação nas Administrações Públicas” promovido pela entidade dias 29 e 30 de novembro, em Salvador (BA). O evento teve o apoio do governo da Bahia.

O jornalista e escritor Fernando Morais ficará responsável por reunir as primeiras ideias e encaminhar para os demais profissionais incluírem novas sugestões.

Durante a mesa “Comunicação como atividade econômica e questão estratégica”, Morais afirmou que o Consórcio Nordeste é fato político mais importante do país desde a eleição do presidente da República Jair Bolsonaro:

– A libertação do Lula é uma coisa à parte, mas do ponto de vista efetivo de unidade, de ideias comuns é o Consórcio Nordeste. O Consórcio foi criado para poder reduzir custos, mas não adianta transformar água em vinha, colocar o ovo de pé, como Colombo fez, sem ninguém ficar sabendo. Até para nos ensinar experiências é fundamental que eles se preocupem com comunicação. Faz um naco em horário nobre com noticiário do Nordeste e retransmite isso para todo o Brasil”, disse.

Anúncios

O fortalecimento da comunicação público, envolvendo TVs e rádios, podem ser um ponto de partida, avalia o jornalista:

– O consórcio pode ser centro e gerador de conteúdo. Pode ter entrevista com o governador, com o secretário de Fazenda, e revelar experiências que deram certo na área de energia, de alimentação, de segurança alimentar. Desde o governo Lula, o Nordeste deixou de ser exportador só de commodite e passou a exportar produto manufaturado, que é o que dá emprego”, afirmou.

Altamiro Borges destaca a valorização da comunicação pelo Consórcio Nordeste (foto: Fernando Udo)

Para o presidente do Barão de Itararé Altamiro Borges, o Consórcio já vem demonstrando a valorização da área de comunicação:

– Eu acho que o Consórcio Nordeste está com a compreensão da importância da comunicação e isso você vê em coisas concretas, como na articulação das rádios. Você ter programa de rádio diário, 15 a 20 minutos, enviado via rádio Timbira, de São Luís… é um baita programa que te permite dizer muita coisa que está sendo feita. A mídia tradicional ignorou a viagem dos governadores para a Europa, mas numa rádio como essa você vai soltando pílula todo dia. Então acho que o Consórcio Nordeste está antenado para isso. E o seminário vem contribuir também, dá para fazer muita coisa”, disse.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *