DEMOCRACIA

Jornalistas são agredidos em manifestação pro-Bolsonaro em Natal

Jornalistas da Tribuna do Norte e da TV Tropical/Record foram agredidos por manifestantes pro-Bolsonaro durante um protesto que reuniu pouco mais de 500 pessoas, em Natal (RN).

Os repórteres Yuno Silva, da Tribuna do Norte, e Ranilson Oliveira, da TV Tropical/Record, tentavam registrar a agressão de bolsonaristas a um motorista no local quando passaram a ser alvos de alguns manifestantes. Os dois foram xingados e empurrados.

Durante o protesto, manifestantes pediam o fechamento do Supremo Tribunal Federal, do Congresso Nacional, criticaram políticas como Rodrigo Maia (presidente da Câmara dos Deputados) e Davi Alcolumbre (presidente do Senado) e defenderam o presidente da República Jair Bolsonaro .

O Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Norte divulgou uma nota de repúdio à ação covarde de militantes pró-Bolsonaro.

Leia a nota na íntegra:

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte repudia os atos de algumas pessoas que se dizem “cidadãs” e agrediram profissionais da imprensa que estavam fazendo a cobertura das manifestações do dia 15 de março. “Cidadãos” que não compreendem o que é a liberdade de imprensa ou até mesmo de expressão, e tomam a violência como forma retrógrada, ultrapassada, medieval, autoritária, vivida por essa nação há pouco tempo e que torcemos para nunca mais voltar.

Nos solidarizamos com os jornalistas Yuno Silva, Tribuna do Norte, e Ranilson Oliveira, TV Tropical/Record, que estavam fazendo a cobertura desse evento e foram hostilizados e agredidos.

Pedimos às autoridades da Segurança Pública que tomem providências para garantir a segurança de todos, principalmente daqueles que estão ali para exercer o seu ofício profissional com isenção, liberdade de ir e vir e tranquilidade, como apregoa a Constituição Federal.

Alexandre Othon

Presidente SINDJORN

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *