CIDADANIA

Juiz manda soltar suspeitos de estupro coletivo contra jovem de 19 anos em Acari

Feminicídio matou quase 80 mulheres em quatro anos no RN

O juiz de Direito, Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, mandou soltar os quatro suspeitos de um estupro coletivo na cidade de Acari que ocorreu em agosto de 2020, contra uma jovem de 19 anos. O juiz entendeu que a denúncia era improcedente. Os suspeitos, que negaram o crime, haviam sido presos em flagrante logo depois do estupro coletivo em uma festa no município, que fica no interior do Rio Grande do Norte.

Segundo depoimentos coletados pela Polícia Civil, a vítima e os suspeitos haviam se afastado do local da festa por causa do barulho. A vítima afirmou que foi nessa hora que o estupro aconteceu. Os suspeitos estavam detidos preventivamente em Caicó.

A equipe da Agência Saiba Mais entrou em contato com familiares da vítima, que preferiram não falar sobre o assunto. Eles enviaram apenas uma declaração:

“A família está profundamente abalada e se sentindo extremamente injustiçada. A advogada vai interpor recurso para que o caso seja revisto pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte“.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *