+ Notícias

Juiz que mandou Lula para Tremembé foi nomeado por Moro em Brasília

Por Jornal GGN 

O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, que escolheu nesta quarta (7) o presídio de Tremembé 2 para Lula cumprir o restante da pena no caso triplex, foi nomeado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, para um cargo no Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, em Brasília.

A portaria que transforma Sorci em titular no Conselho foi publicada em 26 de fevereiro de 2019. Seu mandato vai até 28/03/2021.

Sorci é coordenador e corregedor do Departamento Estadual de Execuções Criminais de São Paulo. Ele escolheu o presídio comum para Lula após a juíza de execução penal Carolina Lebbos, que cuidava da prisão do petista em Curitiba, acolher pedido da Polícia Federal e decidir pela remoção do ex-presidente da Superintendência.

A defesa de Lula havia requisitado dois pedidos ignorados por Lebbos: primeiro, que a transferência não fosse decidida até que o Supremo Tribunal Federal termine de julgar habeas corpus que trata da suspeição de Sergio Moro (previsto para agosto); segundo, que se o ex-presidente tivesse de ser transferido, que fosse para uma sala de Estado Maior em São Paulo, cedida pelas Forças Armadas. Leia mais aqui.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *