CULTURA

Júlio Lima lança “Universo do Acolá” e encerra trilogia de 13 anos

O cantor e compositor potiguar Júlio Lima lança nesta sexta-feira (10) “Universo Acolá”, uma trilogia de EPs que celebram seus 13 anos de carreira solo. Neste trabalho, Júlio revisita suas raízes nordestinas sem perder seu caráter cosmopolita que o acompanha desde o início de sua carreira.

O lançamento do álbum nas plataformas digitais acontece hoje, mas todo mundo já pode fazer o Pré-save do EP em sua plataforma preferida. (https://tratore.ffm.to/universodoacola).

Nas cinco canções que compõem o repertório do “Universo do acolá”, o público poderá ter acesso a um trabalho especial, com canções que evocam temáticas românticas, críticas e reflexivas relacionadas aos aspectos históricos e socioculturais do Brasil e do mundo.

O álbum conta com a participação de Betão Tavares (captação de áudio e contrabaixo), Riva Andrade (guitarras, captação de áudio e Pré-mixagem), John Fidja Gomes (bateria acústica e eletrônica), Bruno Cirino (sanfona), Caio Padilha (voz e rabeca), Dinei Teixeira (percussão), Diego Brasil (violão de 12), Eduardo Pinheiro (mixagem e masterização), Rodrigo Bico (capa e direção de Arte) e do próprio Júlio Lima (produção, direção musical, arranjos, voz e violão).

O repertório do EP Universo do Acolá possui canções compostas ao longo dos anos, nas passagens do artista por lugares como Recife, Fortaleza, Porto Alegre e São Paulo. Esse trabalho tem como objetivo  possibilitar ao ouvinte uma viagem por meio das raízes do artista Júlio Lima que perpassam por ritmos nascidos no nordeste brasileiro como o frevo, o forró e o baião, mas sem perder as texturas musicais cosmopolitas que acompanham o artista desde o início de sua carreira.

Importante falar das temáticas das letras, que fazem juz ao nome do EP, pois transitam não só pelo universo nordestino “daqui”, mas também pelas influências que o artista sofreu do “acolá”.

Portanto, é nessa perspectiva de antena pensante e de liquidificador sonoro, que Júlio nos apresenta cinco canções que visam nos fazer dançar e refletir acerca de variados temas.

O frevo “Ali”, primeira faixa do EP, narra a trajetória do pugilista campeão dos pesos pesados, o norte americano Cassius Clay (que viria a se tornar Muhammad Ali). Na segunda faixa, o forró  “Billy the kid, Robin Hood e Lampião”, o artista nos convida  a fazer uma  reflexão de forma  bem humorada acerca do banditismo social.

A terceira faixa do trabalho “Arte na escola” discorre sobre a importância da presença da arte no caráter educacional e na vida dos indivíduos, como possibilidade de ferramenta transformadora e de emancipação social. O caráter romântico do EP fica por conta  da quarta faixa “Encantada” que nos transporta a uma imagem vista pelos olhos de um nordestino apaixonado. Para finalizar, o baião “Ré-voltas” nos impulsiona a refletir, por meio de um ritmo contagiante, acerca das revoltas populares do Brasil, sempre silenciadas por governos frutos de elites retrógradas, que massacraram e oprimiram o povo e suas revoltas, como meio de se perpetuarem no poder até hoje.

A concretização deste trabalho só foi possível graças ao apoio do Undergroove Studio e do patrocínio da Lei Aldir Blanc por meio da Fundação José Augusto Governos do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

SERVIÇO

Lançamento do novo EP Universo do Acolá de Júlio Lima

Dia 10 de setembro em todas as plataformas digitais

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *