DEMOCRACIA

Justiça manda Netflix retirar do ar especial de Natal da Porta dos Fundos

O desembargador da 6ª Câmara Cível Benedicto Abicair determinou que a produtora Porta dos Fundos e a Netflix retirem do ar o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”, divulgado na plataforma de streaming desde o final de dezembro. A informação foi divulgada pelo colunista Ancelmo Góes, no jornal O Globo.

A decisão é um claro ato de censura.

O pedido para que a Justiça retirasse do ar o filme foi protocolado pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. O pedido havia sido negado na primeira instância.

O desembargador justificou a decisão como uma medida para “acalmar ânimos”.

Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida.

Terrorismo

O Especial de Natal da produtora Porta dos Fundos vem provocando reações de extremistas que se dizem cristãos e grupos terroristas no Brasil. Na véspera do Natal, a produtora foi atacada por pelo menos cinco pessoas, que atiraram na fachada da empresa coquetéis molotovs. Um dos suspeitos, o militante bolsonarista Eduardo Fauzi admitiu ter participado do ato e está na Rússia, foragido da Justiça. Ele era filiado ao PSL desde outubro de 2011 e foi expulso da legenda após os desdobramentos do ocorrido.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *