+ Notícias

Líbano: explosão em Beirute amplia caos a um país já em grave crise

Anúncios

Uma grande explosão foi registrada na tarde desta terça-feira (4) em Beirute, capital do Líbano. O Ministério da Saúde do país fala em um número incontável de vítimas. As autoridades já confirmaram mais de 30 mortos e a Cruz Vermelha divulgou mais de 2,2 mil feridos até às 16h, mas as informações ainda estão em fase de apuração.

Não existem informações concretas sobre a causa da explosão, que foi sentida em toda a cidade expandida, que tem mais de 2,2 milhões de habitantes em 67 quilômetros quadrados. O choque teve epicentro na região portuária da capital libanesa. Porém, relatos locais são de caos por toda a cidade.

O governador de Beirute, Marwan Abboud, concedeu entrevista para um veículo local após a tragédia. Chorando, disse “não saber como será a reconstrução” da cidade. O político comparou a situação com as tragédias de Hiroshima e Nagasaki, cidades japonesas atacadas pelos Estados Unidos com bombas atômicas, em 1945, ao final da 2ª Guerra Mundial.

Contexto

O Líbano vive um contexto político altamente complexo. Existem tensões históricas com o Estado de Israel, especialmente da parte do grupo político Hezbollah. A autoridade israelense se manifestou rapidamente para dizer que não foi um ataque, já que há suspeitas de que o local da explosão seria um armazém de armas do Hezbollah.

As primeiras informações da rede de imprensa do Catar Al Jazeera afirmaram que o local seria uma fábrica de fogos. Entretanto, as dimensões da explosão dão conta de outra história. As autoridades do país se reuniram imediatamente após a explosão em um conselho de segurança.

As informações são de que toda Beirute está sem eletricidade e a cidade está sitiada. Relatos locais dão conta de caos. O Líbano passa por uma crise econômica sem precedentes, com acelerado empobrecimento da população. Além disso, o país também é afetado pela pandemia de covid-19.

Atualmente, o país tem 33% de taxa de desemprego, inflação descontrolada, 80% de desvalorização da moeda (lira libanesa) em menos de um ano. Existe forte insatisfação social com a classe política, o que motivou uma série de grandes protestos no ano passado.a.

Brasileiros

Uma fragata brasileira, a Independência, está em águas libanesas. Eles estavam relativamente próximos ao local da explosão. Entretanto, a Marinha Brasileira já afirmou que não há vítimas e nenhum dano na embarcação. Já sobre os brasileiros residentes em Beirute, não há informações de mortos e feridos.

Já a embaixada brasileira em Beirute foi severamente danificada. Não há feridos, mas o prédio está sem condições de uso e de habitação, de acordo com relatos.

Fonte: Rede Brasil Atual

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *