Principal, TRANSPARÊNCIA

Líder do governo Robinson, Dison Lisboa é cassado e impedido de concorrer à reeleição

Anúncios

O deputado estadual Dison Lisboa (PSD) teve seus direitos políticos cassados e está impedido de concorrer à reeleição em outubro. Ele é líder do governo Robinson na Assembleia Legislativa e vinha exercendo o mandato com uma tornozeleira eletrônica desde julho de 2017, quando deixou a prisão.

O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu nesta quarta-feira (22) o trânsito em julgado da decisão que condenou criminalmente Dison Lisboa em ação proposta pela Promotoria de Justiça de Goianinha por se apropriar de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio.

Os crimes identificados foram cometidos no período em que ele foi prefeito da cidade de Goianinha.

A ação penal ajuizada pelo Ministério Público expôs diversas condutas irregulares por parte do então chefe do Executivo de Goianinha. Entre os fatos identificados, havia a arrecadação de tributos sobre produtos comercializados nas feiras livres, no matadouro e no mercado público, mas que não eram contabilizados integralmente como receita pública.

Além disso, foram noticiados no processo inúmeros favores realizados com recursos públicos, principalmente através de doação para pagamento de despesas dos beneficiários, como despesas de aluguéis, contribuições previdenciárias, contas de água, luz, telefone, despesas cartorárias, matrícula e mensalidades escolares, dentre outras dezenas de autorizações sem qualquer identificação do motivo.

Com informações do Ministério Público Estadual

Votos

As bases de Dison Lisboa também vêm sendo disputadas por outros parlamentares. O deputado Gustavo Fernandes (PSDB) tem buscado votos no litoral Sul, região em que Lisboa mantém boa parte do eleitorado.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *