DEMOCRACIA

Ludimilla Oliveira diz que desrespeita Patrimônio Histórico ao retirar quadro do ditador Costa e Silva da reitoria da Ufersa

A reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira, decidiu cumprir a decisão do Conselho Superior da Ufersa (Consuni), que decidiu no mês de outubro pela remoção do quadro do ditador Costa e Silva do gabinete da Reitoria da Universidade. Ludimilla afirma que a medida contraria orientação da Advocacia Geral da União de 15 de outubro de 2020, que trata da obrigatoriedade de zelo por parte do gestor público com o patrimônio histórico. Em nota, a reitoria da Ufersa afirmou que o quadro de Costa e Silva faz parte de uma ação de resgate da história da instituição.

“A Reitora da UFERSA esclarece que ao ser nomeada em 31 de agosto de 2020, iniciou ações para resgatar a História da fundação e desenvolvimento da ESAM/UFERSA, e que este resgate histórico faz parte de sua expertise como membro com assento permanente no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, e participação em Associações de cunho histórico e literário”, traz um trecho na nota.

A recuperação do quadro de Costa e Silva, segundo a nota emitida pela reitoria da Ufersa, faz parte de uma ação com o objetivo de criar o Museu da ESAM/ Ufersa.

“Inclusive na UFERSA existe um álbum de fotografias oficiais onde constam fotos do Presidente Costa e Silva chegando ao Aeroporto de Mossoró, sendo recepcionado e discursando perante autoridades da cidade, assim como fotos antigas na sala dos Conselhos da ESAM/UFERSA onde se mostra o quadro afixado na parede, além de no website da instituição constar a referência ao Presidente Costa e Silva e ao Professor Dix-Huit Rosado”, traz a nota em outro trecho.

Segundo a reitora Ludimilla Oliveira, o quadro de Costa e Silva faz parte do Patrimônio Cultural Brasileiro e o fato do ditador Costa e Silva ter feito parte do regime militar, por si só, não autoriza sua inutilização. No entanto, para seguir a decisão do Consuni, a reitoria da Ufersa vai entregar o quadro e toda a documentação concernente a este processo ao Quartel General do Alto Comando do Exército Brasileiro – Forte Caxias, sediado em Brasília, no Distrito Federal.

Quem foi Costa e Silva

Costa e Silva foi presidente da República entre os anos de 1967 e 1969, durante o período de regime militar. O governo dele é considerado o período mais duro da ditadura, quando foi promulgado o AI-5, o que lhe permitiu fechar o Congresso Nacional, perseguir opositores políticos e tornar a repressão oficial.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *