Principal

Lula: “O Moro está se transformando num boneco de barro”

O ex-presidente Lula, preso político há um ano e quatro meses em Curitiba, concedeu entrevista para o jornal Sul21, nesta quarta-feira (3). No trecho divulgado da conversa, o petista fala sobre os recentes fatos da vida política nacional, principalmente sobre o caso Vaza Jato e a gestão de Jair Bolsonaro.

Lula afirmou que Sérgio Moro “está se transformando em um boneco de barro” quando questionado sobre os últimos capítulos divulgado sobre as conversas do ex-juiz com o procurador Deltan Dallangol.

“Ele vai se desmilinguir. Como o Moro e a força tarefa da Lava Jato, envolvendo procuradores e delegados da Polícia Federal, inventaram uma grande mentira para tentar me colocar aqui onde estou, eles agora têm que passar a vida inteira contando dezenas e dezenas de mentiras para tentar justificar o que eles fizeram, tudo isso com muita sustentação da Globo. A Globo faz um esforço incomensurável para manter a ideia de que os vazamentos são falsos, são obra de hackers, etc. Mas ela não se preocupou com isso quando divulgava vazamentos ilícitos que recebia do Dallagnol e do Moro. Minha família que o diga.”, ressaltou o ex-presidente.

Preso político, Lula ainda lembrou que a corrupção não é combatida por juízes, que só julgam com base nas investigações das polícias e Ministério Público, que para ele, são os reais combatedores dos crimes.

“Moro, você é mentiroso. Dallagnol, você é mentiroso, e os delegados que fizeram o inquérito são mentirosos”, afirmou o ex-presidente.

Falando sobre o recente acordo de livre comércio entre o Mercosul e União Europeia, Luiz Inácio Lula da Silva se mostrou relutante sobre os possíveis ganhos que o Brasil pode ter no futuro.

“Eu lembro do tempo que eu era presidente qual era a ideia da União Europeia. Não sei se isso se manteve. A União Europeia queria fazer um acordo desde que o Brasil e o Mercosul se abrissem para todos os produtos de alto valor tecnológico e de alto valor agregado, para que eles entrassem aqui sem pagar nada. Isso significava quebrar a nossa indústria, significava impedir que países como a Argentina pudessem se reindustrializar. Em troca, eles prometiam importar produtos agrícolas brasileiros. Não conheço os detalhes do acordo e não sei o que está escrito lá, mas a gente não tem muito o que exportar pra lá”, falou Lula.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *