CIDADANIA

Mãe afastada do filho após pai se negar a devolver a criança no RN espera final feliz após repercussão do caso

Anúncios

A cantora e cabeleireira potiguar Camila Rodrigues vem há mais de 80 dias travando uma batalha pessoal para reaver o filho de apenas 3 anos de idade que o pai se nega a devolver desde 10 de abril, quando foi autorizado a passar uma semana com o pequeno. Em um vídeo gravado e divulgado nas redes sociais, Camila relata emocionada a busca por Oscar. A Justiça chegou a se posicionar a favor do pai, mesmo sem ouvir Camila, o que tornou a história mais dramática.

A repercussão do vídeo, replicada por amigos e por pessoas que se sensibilizaram com o caso, Camila foi procurada pelo Fórum de Nísia Floresta, município da região Metropolitana de Natal, e aguarda novo contato para saber a data da audiência em que espera reaver o filho depois de quase 90 dias.

Desde de 17 de abril, quando esperava o retorno do filho para casa, Camila tenta uma saída. Ela conta que, com a recusa do pai de devolver Oscar, foi até o Conselho Tutelar do município de Nísia Floresta. Lá, os servidores a encaminharam para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREASS), onde conseguiu ajuda de um defensor público.

Demos entrada em um pedido de busca para resolver essa situação. Eu sempre cuidei de Oscar, o pai dele sempre foi ausente, passou o ano de 2019 inteiro sem vê-lo, agora em 2020 foi que ele retornou a vê-lo, mas sumia várias vezes e reaparecia”, diz.

No vídeo ela relata a história de um pai ausente que depois de um ano sem dar notícias reapareceu em 31 de dezembro de 2019, ficou quatro dias com o filho e só voltou a aparecer após o carnaval, quando pediu para passar uns dias com a criança novamente, antes de sumir de novo. Camila diz que, já durante a pandemia, o pai pediu para ver Oscar afim de se reaproximar do garoto e não o devolveu mais.

O caso foi levado para a promotoria de Nísia Floresta, onde teve mais uma surpresa:  a promotora responsável  afirmou que Camila Rodrigues não tinha apresentado a documentação mínima que comprovasse que Oscar era de fato seu filho. A mãe da criança contestou, lembrando inclusive que, para abrir o processo, levou registro de nascimento do garoto, CPF, declaração da escola, cartão do SUS, além da identidade e do comprovante de residência dela.

“Não me esclareceram qual era o documento que faltava, mesmo eu levando todos os documentos de Oscar e os meus. Essa declaração da promotoria foi acatada por um juiz, que determinou que Oscar ficasse com o pai, por ele não estar correndo risco, até termos uma audiência”, explicou.

Como a promotora alegou que Camila não tinha comprovado que era a mãe de Oscar, o caso foi retirado da lista de processos urgentes. A cantora conta que ainda conseguiu que o Conselho Tutelar fosse visitar a casa do pai, mas não foi ouvida depois:

“Eu fiz tudo que eu precisava fazer, tudo que me indicaram fazer eu fiz, eles fizeram uma visita à casa onde Oscar está, o pai dele disse mentiras sobre mim e eles acreditaram, simplesmente ouviram apenas o que ele falou, não me ouviram e deixaram meu filho lá. O meu filho viveu comigo todos os dias da vida dele, minha vida gira em torno de Oscar, ele nunca ficou longe de mim, quem cuida dele sou eu, são mais de 60 dias sem ver meu filho”, declarou Camila, emocionada.

Camila Rodrigues não vê o filho há mais de 80 dias. E faz um apelo em busca de ajuda:

“Eu preciso que alguém me escute, eu argumentei de todas as maneiras, é muito fácil eu provar o meu direito de mãe, de ficar com meu filho, porque é real. Eu nunca tive nenhum problema em dividir Oscar, nunca houve briga pelas visitas, mas ele agiu de má fé para ficar com a criança e depois não me deixar vê-lo”, argumentou.

Em contato com a agência Saiba Mais na manhã desta sexta-feira (3), Camila afirmou que a repercussão do caso a ajudou e aguarda só a data da audiência espera um final feliz:

– Foi muito importante essa repercussão, estou esperando uma ligação para saber a data da audiência. Eu só quero meu filho de volta. Vai dar certo”, disse.

View this post on Instagram

busca por justiça

A post shared by Camila Rodrigues (@camila_rodrigues_arte_cabelo) on

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *