TRANSPARÊNCIA

Mais de 90% dos leitos de UTI estão ocupados no RN; Mortos sobem para 459 e outros 104 estão em investigação

A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid é superior a 90% no Rio Grande do Norte. Na região Oeste, cujo polo é Mossoró, 97,8% dos leitos estão ocupados. Na Grande Natal, a taxa é de 92%. Em situação um pouco melhor, o Seridó concentra pacientes em 67% dos leitos.

No entanto, os leitos vagos costumam iludir. Isso porque de acordo com o sistema de regulação do Estado, até às 13h de hoje (9) haviam 57 pessoas aguardando na fila uma vaga de UTI. A fila de leitos críticos (UTI e semi-intensiva) e clínicos tem 132 pessoas.

São 681 pacientes internados em leitos públicos e privados do Estado. Desses, 351 em estado crítico e 330 em leitos clínicos de observação ou estabilização.

A secretaria de Estado de Saúde Pública atualizou nesta terça-feira (9) os números epidemiológicos. As mortes subiram para 459, sendo 5 nas últimas 24 horas e 23 em datas anteriores. Há ainda 104 óbitos em investigação.

Uma das vítimas fatais cuja família ainda aguarda o laudo é o proprietário do barda Meladinha Francisco Vieira dos Santos, de 62 anos, que morreu nesta terça-feira e, segundo o médico que o acompanhou, os sintomas indicam Covid-19.

De acordo com a Sesap, 11.011 pacientes já foram diagnosticados com a Covid-19 e 23.092 pessoas são suspeitas de terem sido infectadas pelo novo Coronavírus.

A taxa de isolamento social do Rio Grande do Norte ainda se mantém abaixo dos 50%.

Brasil

O Brasil já registra 719.449 casos confirmados de Covid-19 e 37.840 óbitos pela doença. O balanço foi divulgado nesta terça-feira (9) por um grupo de veículos de comunicação formado pelas empresas O GLOBO, Extra, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, G1 e UOL. O consórcio foi formado depois que o Ministério da Saúde alterou o horário e os critérios de divulgação dos números de óbitos e casos confirmados.

Na última atualização, nesta manhã, eram 711.696 infecções pelo coronavírus. A parceria entre os veículos de imprensa, anunciada nesta segunda-feira, tem como objetivo trabalhar de forma colaborativa para compilar os dados sobre a pandemia. Os números serão coletados diretamente com as secretarias de Saúde dos 26 estados mais o Distrito Federal.

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *