+ Notícias

Manuela D’Avila acusa Alexandre Frota de chamá-la de “vadia”

Anúncios

A ex-deputada federal e candidata à vice-presidenta da República em 2018 Manuela D’Ávila disse nesta quinta-feira (28) que o deputado Alexandre Frota (PSL-SP) a chamou de “vadia” durante a sessão de autógrafos do livro “Revolução Laura”, na Câmara dos Deputados. Ela estava ao lado da filha no momento da agressão.

Vadia. Foi de vadia que o deputado que fazia pornô me chamou ontem na Câmara dos Deputados. Enquanto ele tentava conectar palavras, Eu estava autografando os meus livros com Laura, rodeada de amor. Para cada gesto de ódio, mais amor

O livro “A Revolução Laura” fala sobre a experiência afetiva de Manuela durante a pré-campanha e a campanha presidencial em 2017 e 2018 com a filha a tiracolo. Ela percorreu um país de uma ponta a outra em amamentando Laura e construindo uma nova forma de ocupação do espaço político.

Manuela D’Ávila estará em Natal (RN) nesta sexta-feira (29) autografando o livro e conversando sobre a experiência com o público. O lançamento de “A Revolução Laura” e o debate ocorrerão, a partir das 18h30, no auditório da Reitoria da UFRN.

Anúncios

Sobre a agressão de Alexandre Frota, ela fez um desabafo nas redes sociais:

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *