TRABALHO

Menos violência: Número de homicídios registrados em 2021 no RN é o menor desde 2013

O Rio Grande do Norte está menos violento. É o que comprovam os dados oficiais de 2021 consolidados pela secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social. No ano passado, foram registradas 1.306 homicídios, o menor número desde 2013, quando 1.666 pessoas foram assassinadas no Estado potiguar.

Comparando 2021 ano a ano até 2013, o RN reduziu 194 casos em relação a 2020 (-12,91%); 149 em relação a 2019 (-10,24%); 658 em relação a 2018 (-33,50%); 1.106 em relação a 2017 (-45,85%); 690 em relação a 2016 (-34,56%); 364 em relação a 2015 (-21,79%); 466 em relação a 2014 (-26,29%), e uma redução de 360 casos em relação ao ano de 2013 (-21,60%).

De acordo com dados da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), órgão ligado a Sesed/RN, o RN também apresentou queda de 45,85% nas mortes violentas quando comparado ao ano de 2017, ano mais dramático para a Segurança Pública do Estado, durante a gestão Robinson Faria, quando pela primeira vez na história o Rio Grande do Norte ultrapassou a marca dos 2 mil homicídios, chegando ao recorde de 2.412 assassinatos. Naquele ano, uma disputa entre facções do crime organizado levou terror para as penitenciárias e transbordou para as ruas. Até a Força Nacional foi convocada para dar suporte aos agentes de segurança do Estado.

Comparativo entre gestões

Ao final de dezembro de 2021, a gestão atual do Governo do Estado completou 1.096 dias. Nesse mesmo período da gestão anterior — do início de 2015 ao fim de 2017 —, foram registradas 6.078 mortes violentas, contra 4.261 ocorrências na atual gestão, do início de 2019 até aqui, redução de 29,89%.

Em meio aos índices em queda, as condutas de homicídios dolosos apresentaram uma redução significativa de 32,6% no comparativo entre gestões, saindo de 4.980 na gestão anterior, para 3.358 na atual gestão.

Feminicídios caíram pela metade na gestão Fátima

Os casos de feminicídio também apresentaram redução num comparativo entre as gestões Robinson e Fátima. No período entre 2015 e 2017, foram registradas 108 ocorrências, enquanto no período entre 2019 e 2021 foram apontados 54 casos: queda de 50%.

Redução nas cidades polo do RN

Os dados apresentados pela COINE apontam ainda o desempenho das principais cidades do Rio Grande do Norte na redução das mortes violentas. Em Natal, capital do estado, foram registradas 858 casos entre 2019 e 2021, contra 1.682 ocorrências entre 2015 e 2017, redução de 49%.

Em Mossoró, segunda maior cidade do RN, foram 633 mortes violentas entre 2015 e 2017, para a atual gestão, entre 2019 e 2021, houve uma redução de 10,6% dos casos, quando foram registradas 566 ocorrências.

Já em Parnamirim, cidade da Região Metropolitana de Natal, houve uma redução de 461 casos para 200 de uma gestão para a outra, diminuição de 56,6%.

Na cidade de São Gonçalo do Amarante, a COINE registra uma redução em 26,2%, caindo de 317 mortes violentas no período 2015-2017 para 234 casos no período 2019-2021.

Em Pau dos Ferros, cidade importante do alto-oeste potiguar, foram 24 mortes violentas nos 1.096 dias da gestão anterior, contra 16 ocorrências no mesmo período da atual gestão, redução de 33,3%.

Na cidade de Caicó, os dados apontam redução de 36,2% no comparativo de mortes violentas entre as gestões. Os índices saíram de 113 ocorrências entre 2015 e 2017, para 72 no atual período, entre 2019 e 2021.

Estatísticas de mortes violentas por ano

2013: 1.666
2014: 1.772
2015: 1.670
2016: 1.996
2017: 2.412
2018: 1.964
2019: 1.455
2020: 1.500
2021: 1.306

Com informações da secretaria de Estado de Segurança Pública do RN

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo