+ Notícias

Militar preso com 39kg de cocaína em avião presidencial é eleitor de Bolsonaro

Anúncios

Apesar do presidente Jair Bolsonaro tentar desvencilhar a sua imagem com a do segundo-sargento da aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso na Espanha com 39 quilos de cocaína, o militar deixou claro em suas redes sociais ser eleitor do presidente da república.

Rodrigues é comissário de voo da Força Aérea Brasileira e estava na comitiva de apoio da viagem presidencial para o encontro do G-20 no Japão. O militar de 38 anos utilizou o Facebook e revelou suas preferências políticas ao vestir amarelo fazendo o gesto da arma, característico de Jair Bolsonaro.

Anúncios

Segundo o UOL, o sargento já havia acompanhando o presidente Jair Bolsonaro em viagem de Brasília a São Paulo, em 27 de fevereiro, para exames médicos. Em 24 de maio fez um bate-volta de Brasília a Recife, onde o presidente encontrou todos os governadores do Nordeste, segundo a Folha.

Jair Bolsonaro chegou a afirmar que o episódio de tráfico de drogas não tinha relação com sua equipe, mas o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou que o militar integraria a equipe de voo no retorno de Bolsonaro ao Brasil.

O presidente também foi desmentido pelo Comando da Aeronáutica que afirmou que o sargento estava em missão de apoio à viagem presidencial, apesar de não integrar a tripulação da aeronave onde o presidente viajava.

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *