DEMOCRACIA

Ministro da Educação já sugeriu substituir filosofia e sociologia por agronomia nas universidades do Nordeste  

O novo ministro da Educação escolhido para substituir Ricardo Vélez Rodriguez já sugeriu que as universidades públicas da região Nordeste deixassem de oferecer os cursos de filosofia e sociologia e passassem a ensinar agronomia, em parceria com Israel, aos estudantes.

Abraham Weintraub foi anunciado por Bolsonaro nesta segunda-feira (8) pelo twitter. Ele não tem experiência na área de Educação e vem do mercado financeiro. O novo titular da MEC ocupava o cargo de secretário-executivo da Casa Civil no governo antes de ser remanejado para a Educação.

Assim como Vélez Rodríguez, Weintraub também é discípulo do ex-astrólogo Olavo de Carvalho

Em setembro de 2018, durante uma transmissão ao vivo pela internet, Abraham Weintraub afirmou:

“Em Israel, o Jair Bolsonaro tem um monte de parcerias para trazer tecnologia aqui para o Brasil. Em vez de as universidades do Nordeste ficarem aí fazendo sociologia, fazendo filosofia no agreste, [devem] fazer agronomia, em parceria com Israel. Acabar com esse ódio de Israel. Israel, nas faculdades federais, é loucura o que você escuta, né?”, disse.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *