CIDADANIA

Ministro da Saúde cita UFRN como uma das armas do país no combate ao Coronavírus

Anúncios

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou durante uma videoconferência com empresários brasileiros que, apesar da força do Coronavírus, o país vai lutar com as armas que tem, destacando que essas armas “não são pequenas”. Ele citou várias universidades importantes, entre elas a UFRN:

– Nós vamos lutar com as armas que a gente tem, e elas não são pequenas. O vírus é um inimigo duro ? É. Mas nós vamos ser uma adversário tinhosos dele. Vamos brigar. Temos central de produção, temos São Paulo, temos a USP, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, temos nossos laboratórios da Embrapa, a Fiocruz está dando um show…”, destacou Mandetta.

As palavras de Mandetta só demonstram a incapacidade profissional do colega dele, o ministro da Educação Abraham Weintraub, que desde que assumiu a pasta declarou guerra às universidades federais, classificando as instituições como antro de produção de droga, perversão e balbúrdia.

Durante a semana, com o avanço da epidemia do Coronavírus no Brasil, o próprio Weintraub gravou um vídeo pedindo que as universidades reconvoquem estudantes de medicina e outras áreas de saúde para ajudarem como voluntários no atendimento aos casos suspeitos e comprovados da Covid-19.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *