+ Notícias

Ministro das Comunicações Fábio Faria mente sobre distribuição de vacinas no RN

Apesar de ocupar o cargo de ministro das Comunicações no governo Bolsonaro, com acesso às informações sobre todos os estados do país, o potiguar Fábio Faria, usou seu perfil nas redes sociais para espalhar notícia falsa sobre a distribuição das vacinas no Rio Grande do Norte.

Na postagem, Faria afirma que o Rio Grande do Norte é o estado mais atrasado na distribuição aos municípios das vacinas que são entregues pelo Ministério da Saúde. Na contagem de Faria, o RN teria entregue apenas 56,6% das doses distribuídas aos municípios pelo Governo do Estado. No entanto, ao consultar a plataforma de monitoramento RN + Vacina, é possível verificar que dos 2.027.780 de doses da Coronavac/Butantan, Oxford/Astrazeneca, Phizer e Jansen recebidas pelo RN, 1.808.566 foram distribuídas aos municípios, o equivalente a 89,18% do total. Segundo o Governo do Estado, os outros 10,82% são de reserva técnica (8.524) e reserva para a segunda dose (210.690). De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a reserva da D2 foi feita a pedido dos próprios municípios, para evitar o uso indevido como D1. Assim, a segunda dose é distribuída apenas próximo à data de aplicação.

Além de ocuparem diferentes espectros políticos, o ministro das Comunicações Fábio Faria parece alimentar rancor pela derrota sofrida pelo pai, o ex-governador Robinson Faria, para a atual governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra. Essa não é a primeira vez que Faria tenta espalhar notícia falsa sobre a administração de Fátima, que anunciou ter recebido o governo do RN com quatro folhas de pagamento dos servidores em atraso, num calote de quase R$ 1 bilhão, referente ao 13º salário de 2017 para quem ganhava acima de R$ 5 mil, além de novembro, dezembro e o 13º salário de 2018. Além disso, Robinson Faria também teria deixado dívidas com fornecedores que, somadas, teriam resultado num calote acumulado de cerca de R$ 2,6 bilhões.

 

Postagem de Fábio Faria com informações falsas
Governo do Estado criou perfil “RN sem fake” para esclarecer publicações com informações falsas
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo