DEMOCRACIA

Mourão ignora Bolsonaro e diz que a posição do Governo é de “isolamento e distanciamento social”

Anúncios

O vice-presidente Hamilton Mourão veio à público, nesta quarta-feira (25), para desautorizar Jair Bolsonaro com relação à orientação para que as pessoas voltem às ruas e reabram os comércios em meio à pandemia do novo coronavírus, dada em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV na terça-feira (24).

A declaração de Bolsonaro já abriu discussões sobre um possível impeachment por crime de responsabilidade e, enquanto se especula essa possibilidade, o vice-presidente resolveu adotar um discurso completamente oposto ao do chefe. De acordo com Mourão, Bolsonaro se “expressou mal”.

“A posição do governo por enquanto é uma só, a posição do governo é o isolamento e o distanciamento social. Está sendo discutido e ontem o presidente buscou colocar, pode ser que tenha se expressado de uma forma que não foi a melhor, mas o que ele buscou colocar é a preocupação que todos nós temos com a segunda onda. Temos a primeira onda, que é a saúde, e a segunda que é a questão econômica”, disse o vice-presidente à CNN Brasil.

“Existe uma discussão no mundo entre o isolamento horizontal e o isolamento vertical que são pessoas que pertence ao grupo de risco e as que têm convívio com elas. A minha visão por enquanto é que temos que terminar esse período que estamos em isolamento para que haja calibragem da forma como está avançando a epidemia no país e, a partir daí, se possa gradativamente ir liberando as pessoas dentro de atividades essenciais para que a vida vegetativa do país prossiga”, completou Mourão.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *