CIDADANIA

Artistas lançam projetos no RN que inspiram mulheres a mudar o mundo e transformar o Meio Ambiente

As mulheres são parte essencial na luta por um mundo melhor e mais sustentável. A mudança que a sociedade precisa será coletiva e a presença feminina fundamental nesse processo, já que essa presença tem sido protagonista de grandes transformações na área, em especial, de Meio Ambiente.

No mês em que refletimos sobre o 8 de março, celebramos mulheres comprometidas com as causas ambientais, que inspiram outras mulheres e estimulam o nascimento de ideias e novos projetos.

A agência Saiba Mais conversou com duas ativistas ambientais potiguares que abraçam a causa. Ambas fazem de suas jornadas uma luta diária por uma sociedade mais justa e igualitária. E de cuidados, carinho e respeito com o Meio Ambiente.

Confira as histórias da artista e ativista Tieme Estela e da artesã Ked Mendes:

Tieme Estela: amor e conexão com a natureza

Tieme é uma mulher artista e ativista pelo Meio Ambiente. Desde criança já sentia uma profunda conexão e amor pela natureza. Já nas suas primeiras letras e palavras, os bichos ajudaram na sua formação. Ela lembra que ainda na infância foi bastante impactada pelo Eco Rio 92, a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento que aconteceu no Brasil e trouxe à sociedade o debate sobre a importância de cuidar do planeta.

Por causa dessas vivências e paixões, Tieme escolheu estudar Ciências Biológicas e se dedicou por muito tempo à Educação Ambiental. Colocou em prática os conceitos de reaproveitamento de materiais. Ao invés de irem parar no lixo, eram transformados em algo novo pelas mãos dos alunos dela.

Foi nessa troca entre ensinar e aprender que a bióloga fortaleceu muito mais o seu desejo de mudar o mundo.

Tieme Estela vive um momento especial, com a aprovação de dois projetos pela Lei Aldir Blanc. Os recursos públicos vão possibilitar a realização de videoaulas na temática de Trocas de Saberes à Distância. Para ela, vai ser a oportunidade de compartilhar sua relação com a arte e a sustentabilidade, suas inspirações e as possibilidades de trabalhos com madeira, papel, vidro, entre outros materiais.

Outro projeto é o Ressignificarte Potiguar e junto com outras mulheres vai lançar produtos, dentro da temática de Projetos Integrados e Economia Criativa.

Mulher potiguar, artista sensível e muito inspirada por outras mulheres que encontrou na sua caminhada. Tieme se diz cada vez mais integrada com o Meio Ambiente, buscando cura e amadurecimento pessoal. Ela tem se reencontrado em suas colagens e trabalhos artísticos manuais que reciclam por fora e por dentro. E busca inspirar outras pessoas compartilhando seus aprendizados com a arte e a sustentabilidade.

Saiba mais: @ ressignificarte.potiguar / @ colazens

Com arte e habilidade, Ked Mendes ressignificou o saco de cimento 

Artesã aprovou três projetos e 20 artistas de Santana do Seridó foram beneficiadas / Foto: cedida

Ked é uma mulher visionária e que acredita no potencial das pessoas. Uma artesã habilidosa revelando arte e reaproveitando resíduos da construção civil, fábricas de roupas e outros. Para ela, os materiais devem ser usados para novas utilidades e possibilidades. Um exemplo de produto já bem conhecido é a bolsa artesanal feita com saco de cimento. Além da parte da criação, Ked tem a paixão por ensinar e vem realizando oficinas para outras mulheres, algumas delas em situação de vulnerabilidade.

E foi com esse cuidado com o coletivo que, ao saber da Lei Aldir Blanc, pensou nos artistas da cidade e região onde mora atualmente. Ked foi uma articuladora, mobilizou o poder público e foi atrás dos talentos locais para participarem do edital. Tinha a certeza de que era uma boa oportunidade de receber recursos e gerar visibilidade para todos nesse momento de pandemia. A iniciativa dela deu certo, aproximadamente 20 artistas foram premiados em Santana do Seridó.

Teve 3 projetos entre os aprovados. Um dos prêmios vai ajudar na compra de materiais para equipar seu ateliê de criações artesanais sustentáveis. Outro foi dentro do tema de Troca de Saberes à Distância e vai realizar a oficina Cimenteiras, que destaca o modo de trabalhar com o papel do saco de cimento, um material que ia para o lixo e vai virar produto. Outra oficina selecionada busca o resgate das tradições nordestinas, com o ensino do fuxico, artesanato típico que conecta gerações de mulheres e suas histórias.

Ked Mendes é mãe e avó, e vive intensamente como uma artista conectada ao meio ambiente. Tem ressignificado os aprendizados, e não desiste da busca por um mundo igual para todas e todos. Tem inspirando pessoas a realizarem sonhos por meio da arte e cultura.

Saiba Mais: @ateliekedmendes @kedmendes

 

 

 

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *