+ Notícias

Na véspera do Enem, DCE da UFRN entra na Justiça com pedido de adiamento das provas no Rio Grande do Norte

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFRN recorreu à Justiça neste sábado (16) para pedir adiamento das provas do Enem no Rio Grande do Norte. A realização do exame será nos domingos 17 e 24 de janeiro.

“Foi feito um pedido de tutela de urgência pra que seja deferida uma liminar suspendendo as provas. É inadmissível que, enquanto contamos mortes por coronavírus no Brasil na casa das centenas de milhares, por irresponsabilidade e crimes do presidente da república, e enquanto as pessoas morrem sem oxigênio em Manaus, o governo federal imponha a realização de uma das maiores provas do mundo que certamente vai gerar aglomerações em quase todas as cidades do Brasil”, explicou o coordenador geral, Marcos de Oliveira.

O DCE segue justificando que não há estrutura suficiente que assegure a aglomeração de centenas de jovens nesse momento e lembra se tratar também de uma questão de equidade social, já que os estudantes de escolas públicas em geral estão há 10 meses sem aulas.

“Em nossa opinião, apenas será possível que as provas sejam aplicadas presencialmente mediante uma ampla campanha de vacinação para todo o povo!”, diz comunicado feito pelos estudantes.

A mobilização jurídica se soma a outras já existentes em estados como Paraná, São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais e Bahia, além do Amazonas, que vive colapso no sistema de saúde pública e já determinou o adiamento das provas.

“A democratização da universidade pública passa pela responsabilidade com a vida e o reconhecimento das necessidades dos estudantes brasileiros. Não permitiremos que um governo genocida passe por cima disso”, completa a publicação do DCE.

 

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *