CIDADANIA

Natal atinge apenas 25% da meta de vacinação contra poliomielite

Em Natal, a vacinação de crianças contra a poliomielite ficou bem abaixo do esperado. Da meta de imunizar 43.106 crianças, apenas 11.063 foram vacinadas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o equivalente a 25% do público alvo. A campanha que começou no dia cinco de outubro já termina na próxima sexta (30) nas unidades básicas de saúde.

A vacina da pólio é destinada às crianças entre 1 e menores de 5 anos. Em Natal são 60 salas de vacinação, cada uma com um horário específico. Para saber o horário, é preciso ligar para o Distrito Sanitário da sua região:

Distrito Sul: Rua Tomaz Pereira, 1984. Lagoa Nova (3232-8280)

Distrito Oeste: Rua Rubens Mariz, 10. Nossa Senhora de Nazaré (3232-8300)

Distrito Norte 1: Rua Ivaporã, 133. Santarém (3232-6298),

Distrito Norte 2: Av. Florianópolis, 05. Santa Catarina (3232-8225)

Distrito Leste: Praça Augusto Severo, 281. Ribeira (3232-8558).

Durante esse mesmo período também está sendo realizada a campanha de multivacinação, com cerca de 15 tipos de vacinas disponíveis aos adolescentes menores de 15 anos. Segundo a SMS, todos os protocolos da Covid-19 estão sendo seguidos para evitar a contaminação pela doença nas Unidades de Saúde.

Brasil

No país, a vacinação de crianças contra a pólio também não vai bem. Apenas 35% da meta foi alcançada, o equivalente a 4 milhões de crianças. Outras 7,3 milhões ainda precisam ser levadas pelos pais ou responsáveis até as unidades de saúde para receber a imunização.

A recomendação para os estados que não atingirem a meta é continuar oferecendo a vacina no calendário de rotina. Até o momento, o estado que mais vacinou foi o Amapá, que alcançou 62% do público alvo.

Poliomielite

A poliomielite, também conhecida como pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda que pode infectar tanto crianças, quanto adultos através do poliovírus. Em casos mais graves, ela leva à paralisia muscular, geralmente dos membros inferiores, e pode provocar até a morte. A única forma de prevenção, é a vacinação.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *