Principal

Natal ganha boneco gigante de Lula com 4 metros de liberdade

Por Rômulo Sckaf

O Comitê Lula Livre no Rio Grande do Norte ganhou um aliado de 4 metros de altura para as próximas atividades. O boneco do ex-presidente Lula, produzido com recursos das vendas de um bazar, canecas, rifas e de doações de simpatizantes da maior liderança popular do país, já está em Natal e fará sua primeira aparição pública na greve geral de 14 de junho.

O gigante Lula foi confeccionado em Currais Novos, município distante 190 quilômetros de Natal, pelo professor e artista plástico João Antônio, militante desde os anos 1980 que além de atuar nos movimentos sociais ainda formou diversas gerações de artistas através do Espaço Avoante.O Comitê Lula Livre no Rio Grande do Norte ganhou um aliado de 4 metros de altura para as próximas atividades. O boneco do ex-presidente Lula, produzido com recursos das vendas de um bazar, canecas, rifas e de doações de simpatizantes da maior liderança popular do país, já está em Natal e fará sua primeira aparição pública na greve geral de 14 de junho.

O Lulão é inspirado nos tradicionais bonecos de Olinda. O artista usou isopor, papel, arame, canos de plástico, tecido e outros adereços na criação do gigante Luís Inácio. A partir de agora, o boneco vai rodar o Estado em feiras livres no interior e na capital, bazares itinerantes e outros eventos.

A ideia partiu do economista e ativista dos Direitos Humanos Roberto Monte, que forma uma espécie de núcleo do comitê com os ativistas Aldemir Lemos e Flávio Bocão. O videomaker Rômulo Sckaf tem registrado em vídeo e fotografias a experiência. O foco é animar a militância:

– Nossa militância esta apática, incrédula pela situação que vem sendo posta, precisamos reviver os processos que já aconteceram no passado, assim o povo volta a se encher de esperança, e esse boneco é a prova disso. Há dois meses não tínhamos nada além de lamentações, hoje já começamos a ir para a rua e ocupar nosso espaço de militância, é impressionante os desdobramentos e a apropriação das pessoas, faltava esse empurrão, mas a luta não acaba, isso é só o começo”, disse.

Lula, artista plástico João Antônio e Roberto Monte

O boneco gigante de Lula é um novo gás na luta pela liberdade democrática e garantia de direitos do ex-presidente da República, preso na carceragem da Polícia Federal desde 7 de abril de 2018. Ele foi condenado no processo do tríplex do Guarujá embora, na decisão, o ex-juiz e atual ministro da Justiça do governo Bolsonaro Sergio Moro não tenha apresentado provas do crime.

Com a implantação do bazar Lula Livre vendendo livros e outros objetos doados, além de canecas, roupas, CDs e DVDs, o comitê espera comprar em breve uma máquina para produzir bottons, que serão vendidos as manifestações.

Para o militante Aldemir Lemos, o lugar de quem luta pela democracia no Brasil é na rua:

– É importante estarmos na rua, nas rodas de conversa, nos interiores principalmente. Em algum momento deixamos de dialogar com as bases, em Montanhas temos o bazar semanal e a feira pode esperar, pois o Boneco irá circular por lá”, afirmou Lemos que, dia 29 de junho, receberá o título de cidadão de Bento Fernandes, com presença já confirmada do boneco gigante do ex-presidente Lula.

João Antônio, Roberto Monte, Rômulo Sckaf e amigos
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *